Publicidade
Publicidade

Uma declaração do juiz federal Sérgio Moro [VIDEO] nesta semana, durante uma premiação da Universidade americana de Notre Dame, causou apreensão em muitas pessoas. O magistrado revelou que a Operação #Lava Jato em Curitiba (PR) está perto do fim. Vários juízes e entidades que apoiam os trabalhos de Moro ficaram tensos com um possível abandono do grande responsável em combate à corrupção [VIDEO].

Ao ser questionado por jornalistas da revista "IstoÉ", o juiz revelou com determinação que não abandonará a operação mais famosa do Brasil. De acordo com ele, não é porque está cansado que vai deixar tudo para lá. Ele prometeu se manter firme e determinado a enfrentar com todas as forças os corruptos.

Publicidade

O magistrado afirmou que a Lava jato ainda tem muitos casos relevantes que serão essenciais para o futuro do país. "Vou até o fim", revelou o juiz.

Moro se mostrou comprometido com a preservação da integridade do país nação e afirmou que em todos os seus julgamentos manterá a imparcialidade na aplicação da lei. O magistrado disse que o sentido dele falar sobre o fim da Lava Jato em Curitiba é que vários julgamentos já foram realizados e criminosos poderosos estão pagando por seus atos.

Moro ressaltou que tem muitos lugares onde a Lava Jato está sendo bem conduzida por renomados juízes, como, por exemplo, Campo Grande, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Brasília. Segundo o entendimento da revista, não é necessário a operação ficar apenas concentrada nele, em Curitiba.

Vida pessoal

O juiz comentou que quando ele fala em cansaço, não é devido apenas aos trabalhos de vários ações penais, onde ele ouve centenas de testemunhas e acusados em um pequeno espaço de tempo.

Publicidade

Ele desabafou sobre as dificuldades de sua vida pessoal. Para todos os lugares que vai, são muitos seguranças em volta dele em decorrência de suas investigações que prejudicam políticos poderosos e perigosos. Coisas que ele sempre gostou de fazer, como, por exemplo, ir a um estádio de futebol, raramente pode fazer isso.

Desabafo

Ele queria dar uma atenção maior também a sua família, que sofre com a falta de liberdade. Para ir a um shopping ou cinema, tem que ir disfarçado. Se entra em um restaurante, é aplaudido pelas pessoas a todo momento e acaba não tendo paz nem para descansar um pouco do assédio. Moro tem trabalhado 12 horas por dia, inclusive nos finais de semana.

O juiz, em um momento de desabafo com seus amigos, relatou que iria deixar a Lava Jato após a sentença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que acontecerá no mês que vem. Mas após pensar melhor, ele decidiu se manter firme em prol de um país melhor e mais justo. #SérgioMoro