Publicidade
Publicidade

O juiz federal #Sergio Moro é responsável pelos julgamentos da operação #Lava Jato no estado do Paraná, mais especificamente em Curitiba, pois o mesmo foi o escolhido para sentenciar os processos da operação, que se tornou a investigação que mais descobriu esquemas corruptos em toda a história do Brasil. Com isso, o juiz acabou ganhando muitos apoiadores do seu trabalho, tanto no próprio país como também no mundo a fora.

Moro recebeu, na segunda-feira (2), um prêmio da Universidade de Notre Dame, dos Estados Unidos, e a premiação foi entregue durante um almoço no Hotel Fasano, em São Paulo, onde o juiz federal aproveitou para falar sobre a Operação Lava Jato e também deu algumas opiniões sobre um assunto delicado, que nunca antes havia se pronunciado.

Publicidade

Revelação sobre o fim da Lava Jato

Sergio Moro afirmou que e está cansado e a operação Lava Jato está chegando ao seu fim. Porém, o término das investigações [VIDEO] não é por causa de seu cansaço, mas, sim, porque tem de acabar mesmo em algum momento. Tanto que o juiz fez questão de falar que não tem a intenção de passar os processos jurídicos para nenhum juiz e deseja finalizar os julgamentos.

O magistrado relembrou que teve muito trabalho na operação e que as provas de quem desviou verbas da empresa estatal Petrobras já estão todas em suas mãos. Por isso, ele deseja finalizar todas as sentenças em primeira instância, assim encaminhando para a segunda instância, onde um colegiado de juízes irá determinar se as penas aplicadas foram corretas, caso haja recurso. No entanto, finalizando a Operação Lava Jato de uma vez por todas, Moro diz que a luta contra a corrupção não acaba.

Publicidade

Opinião de Moro sobre ditadura

O juiz federal ainda comentou, durante o almoço, sobre o período de regime militar no país, denominado por muitos como ditadura militar.

Ele afirmou que este ocorrido no Brasil foi um "grande erro" [VIDEO], mas valorizou o trabalho das Forças Armadas. Contudo, continua contrário ao regime militar e ressaltando que foi totalmente desnecessário.

Qual o problema do Brasil?

O juiz Sergio Moro sempre diz que a Operação Lava Jato foi super importante para o Brasil, mas não acabará com a corrupção. Segundo o magistrado, a corrupção sempre vai existir, mas o que é perigoso para os brasileiros é a corrupção sistêmica. É essa que a operação trabalha para acabar, pois, a relação entre empresas e governo é muito corrupta atualmente no país.

Acabando com a corrupção sistêmica, o juiz ressalta que outros problemas de corrupção serão simples de resolver, até porque nada estará aparelhado. #Fim do mundo