Publicidade
Publicidade

O deputado #Alexandre Baldy (GO), atualmente sem partido, foi confirmado nesta segunda-feira, dia 20, como o novo #Ministro das Cidades. A informação foi divulgada pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência. Baldy substitui Bruno Araújo (PSDB-PE), que pediu demissão da pasta na última semana. A posse acontece nesta quarta-feira, dia 22.

Segundo informações veiculadas pela TV Globo, Baldy foi indicado ao presidente Michel Temer (PMDB) pelo deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara.

A decisão do goiano de acatar o convite para assumir o ministério gerou insatisfação em seu antigo partido, o Podemos, que anunciou que irá desfiliar o deputado por não querer que um membro de suas fileiras integre o governo.

Publicidade

“A gente não tem interesse nenhum que parlamentares do nosso partido estejam na linha de frente desse governo”, disse a presidente da legenda, Renata Abreu. Em nota oficial, o partido desejou “boa sorte” ao deputado, afirmando que a decisão de Baldy é “incompatível” com o projeto político do partido, que tem o senador Alvaro Dias (PR) como pré-candidato à presidência.

Depois de deixar a base governista em maio deste ano, o partido declarou posição de independência em relação ao governo, evitando adotar a postura de oposição ou de situação. Segundo informado pela Agência Brasil, Baldy agora deve se filiar ao PP.

Antes de integrar a sigla, Baldy também foi filiado ao PSDB. Eleito em 2014, o goiano está em seu primeiro mandato como deputado federal. #governo federal