Publicidade
Publicidade

O ex-presidente da República [VIDEO], Luiz Inácio #Lula da Silva, réu e condenado a mais de nove anos de prisão em processo que está no âmbito da Operação Lava Jato, se manifestou através de um discurso proferido neste domingo (19), durante a realização de um congresso partidário organizado pelo PC do B (Partido Comunista do Brasil). Vale ressaltar que o ex-presidente encontra-se em uma situação extremamente complicada, já que aguarda a confirmação ou reforma de uma sentença proferida em primeira instância, pelo juiz Sérgio Moro, responsável pela condução dos trabalhos da Operação Lava Jato, a partir da décima terceira Vara Criminal da justiça Federal de Curitiba, no estado do Paraná.

Publicidade

A Lava Jato é considerada a maio operação de combate à corrupção na história contemporânea do país e uma das maiores em todo o mundo. O processo que envolve a propriedade do apartamento de luxo tríplex do Guarujá, pelo qual o ex-mandatário foi condenado, encontra-se em tramitação no TRF4 (Tribunal Regional Federal da Quarta Região), em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

Discurso apreensivo de Lula

Durante a participação neste domingo no congresso do PCdoB, que lançou a candidatura de Manuela D´Ávila para a Presidência da República, Lula afirmou que a esquerda no Brasil encontra-se extremamente numa situação de "fragilidade" e que um de seus principais opositores ao Palácio do Planalto, deputado federal Jair Messias Bolsonaro (PSC-RJ), tem o direito de ser candidato, já que segundo Lula, o Brasil tem que colher aquilo que planta.

Publicidade

Em uma ação dirigida a Bolsonaro, Lula chegou a dizer que tanto ele não seria de extrema esquerda, assim como Bolsonaro não seria de extrema direita. Lula criticou o presidente Michel Temer [VIDEO], ao chamá-lo e também a seus aliados de "usurpadores". Quando Lula disse que não teria mais idade para ficar no "Fora Temer, um militante da plateia respondeu que a solução seria "pegar em armas", em alusão a movimentos contrários à ditadura.

Em outro momento de seu discurso, já através de uma crítica direcionada ao Congresso Nacional, Lula afirmou que o Parlamento de hoje, com bancadas conservadoras consideradas expressivas, resulta no reflexo do pensamento político da sociedade brasileira, durante o ano de 2014 e num recado de que as coisas não estejam nada boas para a esquerda, o petista disse que uma eventual aliança formada por partidos de esquerda, estaria mais perdendo do que ganhando.

O ex-presidente também "atacou" a Rede Globo de Televisão, ao afirmar que a emissora tem que ser investigada por ter feito algumas falcatruas, em se tratando, da obtenção de contratos de transmissão de eventos esportivos. Lula disse que o empresário argentino Alejandro Burzaco afirmou que a TV Globo fez falcatrua para ganhar e deve ter feito mesmo. O petista ironizou o fato de a TV Globo ter dito supostamente ter realizado uma investigação sobre a própria emissora. #Eleições 2018 #Bolsonaro 2018