Publicidade
Publicidade

A defesa do ex-presidente da República, Luiz Inácio #Lula da Silva, encaminhou uma petição direcionada ao juiz federal Sérgio Moro, a respeito de um questionamento que trata da realização de uma perícia em um intrincado sistema eletrônico de uma das maiores empreiteiras do país, a Construtora Odebrecht. De acordo com os defensores do ex-mandatário, Sérgio Moro teria que explicar quais os motivos que teriam levado ao magistrado paranaense a determinar que somente a Procuradoria e profissionais indicados num processo de investigação dirigido à empreiteira supracitada, segundo alegações que remetem ao papel da Polícia Federal no caso, para que possam fazer o acompanhamento de uma perícia num sistema que foi utilizado para um mega esquema de #Corrupção envolvendo a empresa.

Publicidade

A petição encaminhada ao juiz federal Sérgio Moro, tem como pretensão esclarecer esses fatos. Moro é o magistrado titular da décima terceira Vara Criminal da Justiça Federal de Curitiba, no estado do Paraná e é o responsável pela condução dos trabalhos de investigação da força-tarefa da Operação Lava Jato, que é considerada a maior operação de combate à corrupção na história contemporânea do país e uma das maiores em todo o mundo.

Petição encaminhada ao juiz Sérgio Moro

A petição protocolada pela defesa de Lula, nesta quarta-feira (01), argumenta através de um questionamento, a maneira que deverá ser implementada pela Policia Federal, através de um planejamento por parte da instituição, para que seja feita perícia nos intrincados sistemas da empreiteira Odebrecht, denominados de "Drousys" e "MyWebDay".

Publicidade

A defesa de Lula estaria insinuando que o juiz Sérgio Moro teria negado esse acesso aos defensores, porém, teria permitido que a Polícia Federal realizasse um perícia nos sistema de computadores da maior empreiteira do Brasil.

Os defensores de Lula foram ainda mais longe, ao argumentar que na decisão proferida pelo juiz Sérgio Moro, os assistentes técnicos nomeados por Lula poderiam fazer o acompanhamento de toda a perícia, porém, os policiais federais estariam querendo rever isso, já que querem apenas o Ministério Público Federal e que os profissionais indicados pela Odebrecht, possam estar presentes.

A defesa do ex-presidente solicitam ainda, através de sua petição encaminhada a Moro, que seja revista a forma de realização da perícia em questão e que possa ser permitido que o assistente técnico a ser designado pelos defensores, acompanhe a todos os atos desse trabalho pericial, inclusive, possa rer acesso à íntegra de todo o sistema e não somente aos elementos que teriam sido separados pela acusação. #Lava Jato