Publicidade
Publicidade

Apesar de não ter declarado oficialmente que quer se candidatar à presidência, o apresentador global Luciano #huck tem defendido de forma sistemática por meio de artigos e entrevistas que deseja participar mais da política brasileira. Nas últimas semanas, cresceram as especulações sobre uma eventual candidatura e a quinta-feira trouxe um fato novo sobre essa possibilidade.

Uma pesquisa feita pelo instituto Ipsos, sob encomenda do O Estado de S.Paulo, revelou um grande crescimento na aprovação popular de Luciano Huck. Os números novos indicam que a aprovação do apresentador do Caldeirão do Huck subiu para 60% e a reprovação caiu para 32% - em junho, Huck era aprovado por 43% e reprovado por 40%.

Publicidade

Neste levantamento, o famoso [VIDEO] vence outras personalidades políticas do Brasil no quesito aprovação, como Sérgio Moro e Luiz Inácio Lula da Silva, o Lula, outro pré-candidato para 2018. A Globo, no entanto, deseja um posicionamento de Huck em breve e não deverá deixá-lo retornar à grade de programação em caso de participação e derrota nas urnas.

Nesta quinta, contudo, a colunista de política da Folha de S.Paulo, Monica Bergamo, trouxe a informação de que Luciano Huck [VIDEO] teria dito a amigos que não vai concorrer em 2018. #Eleições