Publicidade
Publicidade

O apresentador Luciano Huck pode ser a "Terceira via" das eleições de 2018. O jornal 'O Estado de São Paulo' [VIDEO] já crava que o marido de Angélica deve se filiar ao PPS e já tem até data marcada para assumir o posto. Isso deve acontecer no dia 15 de dezembro. Na mesma época, devem se encerrar as gravações do 'Caldeirão', programa que o comunicador ainda mantém na Globo. Fontes da 'Folha de São Paulo' informaram que o canal já teria dito que quem for candidato vai ter que sair do ar até o final de dezembro. Luciano deve acabar carregando a mulher Angélica, que deve ser sua primeira dama. [VIDEO]

Pesquisa interna do PPS mostra que Huck se aproxima de Bolsonaro e Lula; apresentador pode crescer entre público indeciso

As eleições de 2018 prometem ser muito movimentadas.

Publicidade

Já se sabe que haverá um duelo entre a esquerda, provavelmente incorporada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do Partido dos Trabalhadores (PT), e o deputado federal Jair Bolsonaro, do PSC. A polarização entre eles promete ser grande e o PPS, partido que pretende apoiar Huck, acredita que é exatamente isso pode ajudar na candidatura do comunicador. O desafio dele promete ser muito grande. O comunicador também corre grandes riscos. Dando certo ou errado a sua candidatura, a vida de Luciano como apresentador pode ser enterrada.

Números mostram Luciano Huck com boa parcela do eleitorado em corrida presidencial

Pesquisas internas feitas pelo PPS mostram um começo bom para Luciano. Ele já aparece com mais de 10% das intenções de votos, mesmo sem nem ser candidato oficial, ou mesmo uma personalidade conhecida importante.

Publicidade

O que antes era visto como piada, agora fica mais concretizado. Um dos desafios de #Luciano Huck é provar que não é só famoso ou um apresentador de sucesso. Na TV, ele deve ser substituído por Márcio Garcia. Nos debates, ele vai ter que mostrar potencial como homem forte. O jornal 'O Estado de São Paulo' fez um retrospecto sobre a carreira do comunicador da televisão brasileira.

Por enquanto, dizer que Luciano Huck vai vencer é cedo, mas ele já se mostra como potencial candidato e deve fazer barulho. Formado na USP, Huck, para especialistas, é até mais preparado do que Silvio Santos, que se lançou como candidato em 1980, mas acabou desistindo. O movimento Agora! lança Huck como “o novo”, o PPS disponibiliza a legenda, e quadros de ponta, como Armínio Fraga, topam a parada, mas todos eles conscientes de que tudo pode dar errado. #Eleições 2018