Publicidade
Publicidade

A senadora Kátia Abreu (sem partido-TO) foi expulsa do #PMDB na última semana por criticar Michel Temer [VIDEO] e as ações do Palácio do Planalto. Abreu foi ministra da Agricultura de Dilma Rousseff e nunca se mostrou a favor do impeachment da petista ou da gestão do seu partido à frente do Executivo.

Após a expulsão de Kátia Abreu, segundo informações que andam circulando pela imprensa, o próximo alvo do Conselho de Ética do PMDB é o senador Roberto Requião (PR). Ao comentar a decisão do partido de expulsar a ex-ministra de Dilma, o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) afirmou que violenta as tradições do PMDB,

Peemedebistas presidiários

Curiosamente, o Conselho de Ética do PMDB não teve a mesma posição com alguns integrantes do partido que estão presos no momento.

Publicidade

Por exemplo, Eduardo Cunha, ex-presidente da Câmara dos Deputados [VIDEO], está preso em Curitiba desde outubro do ano passado, mas mesmo assim ainda é um representante da sigla. O ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, já condenado por três vezes, que somadas dão 72 anos de prisão, também ainda integra os quadros do partido de Michel Temer.

Outros três deputados estaduais peemedebistas do Rio de Janeiro também estão presos: Jorge Picciani, Edson Albertassi e Paulo Melo. Todos continuam filiados ao partido. #Dentro da política