Publicidade
Publicidade

O governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, que também é sogro da apresentadora [VIDEO]e filha de #Silvio Santos, #Patrícia Abravanel, está envolvido em vários esquemas de corrupção na gestão de seu governo. Robinson é pai do deputado federal Fábio Faria, marido de Patrícia.

O Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou a abertura de um novo inquérito contra o governador. A decisão foi proferida nesta última segunda-feira, 13 de novembro, os crimes investigados são de usura, organização criminosa, corrupção, peculato e lavagem de dinheiro.

Segundo despacho do ministro Raul Araújo, a Polícia Federal foi determinada a colher depoimentos de cerca de 12 ex-servidores que trabalhavam na Assembleia Legislativa do Estado.

Publicidade

O Ministério Público Federal (MPF) tinha solicitado para o ministro da Suprema Corte que Robinson seja afastado do comando do governo do Rio Grande do Norte e que também fosse obrigado a "manter distância" de outros investigados no caso. No entanto, o ministro ignorou o pedido do MPF e manteve Robinson no cargo.

O portal "G1" entrou em contato com o governador, mas até agora espera respostas. A operação da Polícia Federal, batizada de "Anteros", foi a responsável por desvendar crimes envolvendo Robinson Faria. Deflagrada em agosto deste ano, a "Anteros" colocou na prisão em caráter temporário Magaly Cristina da Silva e Adelson Freitas dos Reis, pessoas de confiança do governador Faria.

Marido de Patrícia Abravanel

Uma das herdeiras do grupo Silvio Santos se casou com o deputado federal Fábio Faria.

Publicidade

Este ano, evidências apontaram que o marido de Patrícia foi citado em delação premiada no âmbito de investigações da Operação Lava Jato. [VIDEO] O caso ocorreu após um jantar, que ficou conhecido por tratar sobre propina. Na época, Patrícia repudiou as acusações de que participou do jantar justamente para tratar de casos ilícitos ao lado do marido.

Patricia Abravanel tem um filho, chamado Pedro, com o deputado. A apresentadora foi muito atacada nas redes sociais por pessoas que comentaram que ela iria se casar com um criminoso. Fábio foi citado pelo ministro e relator das investigações da #Lava Jato no Supremo, Edson Fachin, após uma lista feita pelo ex-procurador-Geral da República Rodrigo Janot. Na lista, foram identificados nomes de deputados que foram citados em delação premiada.

Internautas chegaram a questionar Patrícia, perguntando o que ela acha de levar um ladrão para dentro de sua casa.