Publicidade
Publicidade

Michel #Temer novamente precisou dar um tempo em sua agenda política e nas ações de governo para cuidar de sua própria saúde. Ele passou por uma angioplastia, nesta sexta-feira, no Sírio-Libanês, em São Paulo, e foi conduzido pelo médico Roberto Kalil Filho. De acordo com o profissional da medicina, o estado de saúde de Temer é bom, mas ficará internado até no mínimo segunda-feira.

De acordo com o médico, havia obstrução considerável das três artérias referidas. Em duas delas foram colocadas stents. No início de outubro, essa situação do presidente já era de conhecimento público, mas na época ele descartou fazer o procedimento em razão da proximidade com a votação de sua segunda denúncia [VIDEO] na Câmara dos Deputados.

Publicidade

No que diz respeito às ações políticas e sequência do seu mandato, Temer deverá voltar a pensar somente a partir de segunda-feira, quando deverá receber alta e deixar o Sírio-Libanês. Livre das denúncias da PGR, o líder do PMDB tem caminho aberto para seguir a gestão e concluir o seu governo, que tem prazo até dezembro do ano de 2018, após as novas eleições [VIDEO] presidenciais.

O PMDB, partido gerenciado por Temer, não indicará nenhum nome para a sucessão na presidência. O foco do partido será mesmo manter suas bases entre os parlamentares no Congresso Nacional.

Temer também passou por uma nova avaliação urológica. No final de outubro, ele queixou-se de dores e teve que ser conduzido ao hospital para um procedimento de desobstrução. #Eleições