Publicidade
Publicidade

Presidente nacional do PTB, o ex-deputado #Roberto Jefferson afirmou nesta quinta-feira, dia 11, que o partido manterá a indicação da deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ), sua filha, ao cargo de ministra do Trabalho.

A informação foi confirmada por Jefferson à Folha de S. Paulo após o Tribunal Regional Federal da 2a Região (TRF2) ter negado pedidos da própria #Cristiane Brasil e da Advocacia-Geral da União (AGU) solicitando a autorização para a posse.

Cristiane Brasil foi impedida de assumir a pasta após liminar concedida pela Justiça. A decisão foi motivada pela revelação de que a parlamentar já respondeu a três processos trabalhistas movidos por ex-funcionários.

Publicidade

Em dois deles, Brasil foi condenada, tendo que pagar R$ 60 mil em dívidas a dois motoristas. Movido por uma ex-empregada doméstica da deputada, o terceiro processo foi resolvido após acordo entre as partes.

O impedimento da posse de Cristiane Brasil gerou a primeira grande dor de cabeça para o governo de Michel Temer (PMDB) neste ano. O governo pensa em intervir [VIDEO] junto ao STF (Supremo Tribunal Federal) ou ao STJ (Supremo Tribunal de Justiça), mas se preocupa com a repercussão negativa que o caso já está gerando. Por outro lado, uma não-mobilização pode gerar mal estar com o PTB, um dos principais aliados do PMDB, contaminando a base governista. #Ministério do Trabalho