Porto Alegre parece ser a capital da rebeldia. É a capital do estado que ficou por mais tempo independente do restante do Brasil, de 1835 a 1845, na primeira tentativa de substituir o Império Brasileiro por uma República Federativa.

Foi o portoalegrense Luis Carlos Prestes que comandou a marcha da Coluna Prestes, a mais longa da história que, de 1927 a 1929, percorreu 25.000 km de sul a norte do Brasil, combatida pelo Exército, polícias estaduais e milícias locais, exortando as populações a rebelar-se contra o governo de então.

De Porto Alegre, em 1930, partiu a mais longa revolução brasileira, sob o comando de Getúlio Vargas, que em 15 anos, modernizou o Brasil na área política, econômica, cultural e educacional.

Publicidade
Publicidade

Em 1961, com a renúncia do presidente Jânio Quadros, os militares queriam impedir a posse do vice-presidente João Goulart. Foi em Porto Alegre que o governador Leonel Brizola, comandou o Movimento da Legalidade, que defendia e garantiu o cumprimento da Constituição Brasileira e a posse de João Goulart.

Até no futebol este espírito rebelde deu mostras. O Brasil, Campeão Mundial em 1970, com jogadores de todo o Brasil, apresenta em 1972, no torneio dos 150 anos de Independência, uma seleção sem nenhum gaúcho. Os protestos ocorreram até na Assembléia Legislativa do Estado.

Na infeliz idéia de pacificar os ânimos, foi marcado para Porto Alegre, no Beira-Rio, um jogo festivo entre o Brasil e a Seleção Gaúcha. Compareceram 110.000 gauchos enfurecidos, que vaiaram o Hino Nacional e a Seleção Brasileira, de início ao fim do jogo e torceram fervorosamente pela Seleção Gaúcha, num jogo trepidante, com a Seleção Gaúcha sempre saltando à frente, para delírio dos torcedores, 1x0, 2x1, 3x2, finalizando o jogo em 3x3.

Publicidade

Em 2001, Porto Alegre, surge o Fórum Social Mundial, contrapondo o Fórum Econômico Mundial de Davos, com repercussão planetária, acontecendo todos os anos desde então.

Agora, o Prefeito da cidade, José Fortunatti se rebela contra seu partido e alegando que seus projetos recebem mais apoio dos demais partidos do que do seu, se declara licenciado até o término da gestão. #Curiosidades

Para culminar, suspeita-se que por desobediência de seus comandados, o ex-jogador Jardel, que brilhou no futebol mundial, recém eleito Deputado Estadual, demite quase todo o seu staff de apoio e entra com atestado médico, afastando-se do cargo.