A Operação Depurate, iniciada pelo Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), foi planejada para a sexta-feira passada (8) e esteve suspensa até o momento em função da falta de vagas no sistema carcerário gaúcho. A investigação, iniciada em fevereiro deste ano, foi retomada essa semana, culminando com a prisão dos ladrões de carga na manhã desta quinta-feira (14).

Calcula-se que as ações criminosas ocorriam desde 2014, quando a Polícia Civil iniciou as investigações no intuito de desmantelar a quadrilha. De fevereiro do ano passado até agora, foram confirmados 12 roubos de carga na capital gaúcha e Região Metropolitana.

Publicidade
Publicidade

André de Oliveira Galle, líder da ação criminosa, ainda estava foragido. Foram cumpridos 28 mandados de busca e apreensão, além de 20 mandados de prisão temporária.

O delegado responsável pela operação, Juliano Ferreira, titular da DRFC, manifestou-se a respeito da operação: "Um dos presos da operação de hoje é um dos principais líderes de roubo de cargas no Estado. A quadrilha é responsável por uma série de roubos a caminhões e transportadoras ocorridos em Porto Alegre e Região Metropolitana". 

Nessa quinta-feira (14), outros cinco receptadores foram presos, totalizando 15 prisões. O bando já havia participado do roubo de diversos produtos, como cigarros, medicamentos e eletroeletrônicos, atuando sob encomenda, cuja entrega era destinada possivelmente a outros comerciantes. A quadrilha foi encontrada pelo Deic devido a identificação de dois criminosos, participantes de outro roubo de carga em fevereiro do ano passado.

Publicidade

Mais de 100 policiais de Porto Alegre e região participaram da ação no bairro Sarandi, zona norte da capital, deflagrando a quadrilha. Através das investigações, recuperou-se parte da carga de tênis que havia sido roubada e diversos produtos de origem suspeita, junto com uma pequena quantidade de drogas. O material foi apreendido e encaminhado ao Deic. Após os devidos procedimentos judiciários, os presos serão encaminhados ao sistema penitenciário.  #Justiça #Crime