Foram encontrados já em estado de decomposição cinco corpos de pessoas da mesma família. A descoberta macabra foi feita na manhã desta quinta-feira, dia 2 de junho, no estado de Porto Alegre. Terá sido uma filha da vítima mais velha a encontrar os corpos dos familiares e a chamar a polícia por volta do meio-dia. O caso está agora nas mãos da polícia civil mas a investigação ainda está pouco clara. 

Vítimas identificadas pela Brigada Militar

As vítimas já foram todas identificadas e serão os únicos moradores da casa. Entre os corpos estavam um bebê de dois meses, Miguel, uma criança de cinco anos, João Pedro, a mãe dos dois meninos, Luciane Filipe, 32 anos, o tio Valdir Felipe, de 29, e a avó Lourdes Felipe, de 64 anos.

Publicidade
Publicidade

De acordo com a Brigada Militar, terá sido uma outra filha de Lourdes a encontrar os corpos, quando estava visitando a família, o que nem seria muito habitual. Terá ido na casa possivelmente por não conseguir contatar com a família de outra forma e será ela a única sobrevivente dessa tragédia familiar. 

Investigação segue com a Polícia Civil

Após a intervenção inicial da Brigada Militar, a investigação prossegue agora com a Polícia Civil, que não está adiantando muitas informações, adensando o mistério nesse caso trágico, que vitimou toda uma família de Porto Alegre. 

Os resultados da perícia poderão ser determinantes para a continuidade da investigação, bem como o testemunho da sobrevivente, a mulher que descobriu os corpos já em decomposição. 

Nesse momento, a linha de investigação ainda está pouco especificada e a polícia ainda não terá feito detenção alguma, nem constituído suspeitos.

Publicidade

Aliás, a hipótese de #Crime ainda não foi oficialmente declarada pela polícia que aguarda então pelos resultados da perícia. 

Ainda de acordo com as informações da Brigada Militar não foram encontradas armas de fogo dentro da casa, mas sim um estojo de munições. Nenhuma das crianças terá sido atingida por tiros, não havia balas nos seus corpos, mas a mesma informação não foi adiantada quanto aos corpos dos adultos. 

A investigação vai agora prosseguir. #Casos de polícia