Publicidade
Publicidade

Um homem de 21 anos de idade foi preso pela #Polícia Civil na tarde desta segunda-feira (8), em Alvorada, região metropolitana de Porto Alegre, por ter descumprido uma medida protetiva imposta a ele em favor de sua ex-mulher.

Segundo a delegada responsável pelo caso, Karina Heineck, o homem teria agredido sua ex-mulher e depois ameaçado ela, a mãe e a irmã de morte, pois estava descontente com o término da relação. A prisão foi realizada através da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher. O homem foi preso e encaminhado para um instituto prisional [VIDEO].

Polícia divulga os nomes dos participantes do ritual satânico que teria matado duas crianças, em Gravataí

O delegado responsável pelo caso das crianças mortas e esquartejadas em ritual satânico em um templo religioso, em Gravataí, divulgou ontem os nomes dos sete elementos envolvidos nas mortes das vítimas.

Publicidade

São eles: Silvio Fernandes Rodrigues, que seria o bruxo [VIDEO] responsável pelo sacrifício das crianças, Jair da Silva, homem responsável por contratar a bruxaria com o intuito de trazer prosperidade para a família, Andrei Jorge da Silva, que seria filho de Jair, que também participou do sacrifício, e Márcio Miranda Brustolin, que também participou do ritual.

A polícia está a procura de mais três elementos que tiveram suas prisões preventivas declaradas e já se encontram como foragido da Justiça. Seriam eles: Anderson da Silva, que seria outro filho de Jair, Paulo Ademir Norbert da Silva, homem que seria sócio de Jair nos negócios da família e que teria pago metade do valor de 25 mil reais pela bruxaria, e Jorge Adrian Lopes, o argentino que seria o responsável pela busca das crianças na #Argentina para que o ritual fosse realizado.

Publicidade

O caso ganhou grande comoção em todo o estado. Os envolvidos no ritual fizeram de tudo para prejudicar as investigações da polícia, caso os corpos das crianças fossem encontrados. Chegaram até mesmo a sumir com as cabeças das vítimas. No início das investigações, a polícia chegou a pensar que as mortes das crianças estavam relacionadas ao tráfico de drogas na região, mas teriam estranhado o fato de nenhum familiar registrar queixa de desaparecimento na delegacia. Segundo o delegado responsável pela investigação do crime, Deus teria revelado a ele que o crime teria sido realizado por meio de bruxaria.

O bruxo responsável pelo crime seria uma pessoa muito famosa no ramo das bruxarias satânicas e teria viajado o mundo inteiro praticando e ensinado as bruxarias para outras pessoas. Ele teria recebido o valor de 25 mil reais para realizar o sacrifício das crianças.

O bruxo teria um programa de televisão no History Channel em espanhol, em que ele explicava que Lúcifer é um ser do bem e que pode curar vários tipos de vícios, como drogas, bebidas, jogos, cigarro e outros.

Publicidade

A família que contratou os serviços do bruxo seria de empresários locais que queriam ser mais prósperos em seus negócios. Além de pagar o valor ao bruxo, tiveram que arrumar as crianças para o ritual, que teriam que ser do mesmo sangue para que tudo desse certo.