O mosquito Aedes aegypti é o vetor da #Dengue, Chikungunya e do #Zika Vírus. Estudos associam o Zika ao aumento dos casos de microcefalia e de má formação de fetos e recém-nascidos no país.

Ainda sobre o Zika vírus, e conforme informação dada pelo Ministro da Saúde, Marcelo Castro, em uma coletiva de imprensa, realizada na manhã desta terça-feira, 8, em Brasília, “o Brasil já soma 1.761 registros de bebês nascidos em 2015 com a má-formação, em 14 Estados”. Segundo Castro e cientistas, o surto de Zika e microcefalia pode se espalhar por todo o país, sendo, atualmente, a principal preocupação do Brasil.

Campanhas preventivas têm sido amplamente divulgadas pelos veículos de comunicação e o mosquito tornou-se alvo de militares do Corpo de Bombeiros, dos Agentes de Saúde, e, principalmente, das comunidades país afora.

Publicidade
Publicidade

A conscientização de cada morador e as medidas tomadas pela vizinhança são, evidentemente, válidas, porém, insuficientes.

Há também a impossibilidade da inspeção de todos os criadouros, seja pelo abandono dos imóveis ou por estarem vetados pelos proprietários. Neste casos, os agentes de saúde são autorizados mediante lei municipal e notificação da prefeitura. Contudo, visando facilitar e otimizar as buscas, eis um novo aliado: o drone.

O município de Jaboatão dos Guararapes, na região metropolitana do Recife, devido ao alto índice dos casos de dengue, contará, a partir de hoje, e durante 15 dias, com o auxílio de cinco drones, que farão mapeamentos das áreas mais afetadas. Com as imagens feitas em tempo real, e em alta definição, um possível foco já foi detectado em poucos minutos de sobrevoo.

Publicidade

O programador Allan Kardec Bezerra, relatou a identificação de uma caixa d’água coberta com lona.

Segundo Gessyane Paulino, secretária de saúde, as imagens enviadas à Secretaria Municipal de Saúde de Jaboatão, vão colaborar na identificação dos principais focos, na intervenção e na visita dos agentes de endemia. Os registros apontam, até agora, 432 casos de dengue, 9 de chikungunya e 1 de zika. #Inovação