A região de Caruaru localizada no agreste de Pernambuco sofreu hoje um tremor de 3.8 de magnitude, tal registro foi realizado pelo LabSis (Laboratório Sismológico vinculado a Universidade Federal do Rio Grande do Norte).

A região pernambucana já sofreu outros tremores de terra a cerca de dois anos atrás, mas o que foi registrado hoje já está sendo considerado o maior tremor de terra que Caruaru já sofreu.

De acordo com o LabSis foram ao todo 85 tremores de terra ocorridos hoje em Caruaru, alcançando o 'pico' de 3.8 de magnitude. Quase todos os demais tremores foram de pequena intensidade, tendo o último sido registrado as 17h.

Publicidade
Publicidade

"É impossível definir como ficará a situação dessa região de Pernambuco nos próximos dias, os abalos poderão diminuir ou aumentar", informaram os especialistas do instituto.

Os moradores de Caruaru também publicaram comentários sobre o evento nas redes sociais, veja alguns relatos:

"Faz menos de 15 minutos que sofremos um forte tremor de terra aqui, estou curioso para saber qual foi a magnitude" - Daniel Queiroz;

"Abalo sísmico em Caruaru foi sentido em toda a cidade" - Helenivaldo

Conforme os relatos dos especialistas sobre a impossibilidade de prever o que pode ocorrer nos próximos dias em Caruaru, as atenções certamente continuarão voltadas para a região.

Sabe-se até o momento que o epicentro do tremor foi na cidade de São Caetano e que seus efeitos foram percebidos num raio de 50 Km do local, atingindo com mais intensidade as cidades de São Caetano e sua vizinha Caruaru.

Publicidade

Nenhuma ocorrência ou pedido de socorro foi registrado nas regiões afetadas pelos tremores, não há relato de vítimas ou de algum acidente relacionado ao evento.

Ao todo o evento foi sentido por moradores de 11 cidades próximas a São Caetano, a saber:

Palmares, Belém de Maria, Camocim de São Félix, Toritama, Riacho das Almas, Tacaimbó, Brejo da Madre de Deus, Agrestina, Belo Jardim, Água Preta e Catende.

E você prezado leitor, estava em alguma dessas regiões? Relate sua experiência ao passar por essa situação. #Natureza #Terremoto