O principal suspeito de ter assassinado uma jovem na madrugada de 23 de outubro foi preso pela polícia na quinta-feira (22) e encaminhado para o Centro de Observação e Triagem (Cotel), em Abreu e Lima, na Grande Recife. O acusado foi identificado como sendo o comerciante Jonata Roberto Verçosa de Lima, de 32 anos. A vítima foi identificada como Caroline Marry de Oliveira, de 24 anos. O assassinato da jovem aconteceu logo após um show de uma banda sertaneja, do lado de fora do Centro de Convenções, em Olinda.

Assalto forjado

No dia do #Crime o homem que estava com a vítima disse para a polícia que eles tinham sido vítimas de um assalto após deixarem o show e que os criminosos tinham matado a vítima.

Publicidade
Publicidade

No suposto assalto, a jovem foi atingida por um tiro na região do peito, que transfixou o coração. A vítima estava com o namorado em um veículo Veloster quando foi assassinada. A vítima foi socorrida, mas devido às gravidades dos ferimentos, acabou morrendo.

Assassino se entregou

O jovem teve a sua prisão temporária decretada pela Justiça. Durante as investigações feita pela polícia, o acusado foi apontado como sendo autor do assassinato de sua namorada, que estava com ele dentro do veículo quando foi atingida por um dispara de arma de fogo. O acusado se apresentou no Fórum de Olinda, acompanhado por uma advogada, e em seguida foi encaminhado para o Centro de Observação e Triagem (Cotel).

A Polícia Civil da cidade disse que nos próximos quinze dias vai explicar como aconteceu a reviravolta no caso e como chegou à conclusão de que o namorado da vítima é o autor do assassinato.

Veja a reportagem da TV Globo, em vídeo:

Crime

Após o assassinato o acusado pediu ajuda para uns policiais que estavam fazendo um blitz da Lei Seca, relatando o que tinha acontecido com a sua namorada.

Publicidade

Diante da situação, a jovem foi levada às presas para uma unidade médica, porém morreu logo após dar entrada no hospital. Na época, o crime foi registrado como latrocínio no posto policial dentro da unidade de saúde. #Investigação Criminal #Casos de polícia