Um menino de 12 anos morreu, na tarde deste domingo (19), quando foi atingido por uma âncora. A peça servia como decoração de uma casa onde funciona um estabelecimento comercial, no bairro do Bongi, Zona Oeste de Recife. A má sorte do garoto foi tão grande que a peça está instalada na fachada da casa por mais de 15 anos e pesa 200 quilos. Além disso, a rua estava isolada no domingo, pois trata-se de uma rua comercial.

De acordo com a perícia do Instituto de Criminalística (IC), o #Acidente ocorreu na Rua Itapemirim. O garoto que foi vítima estava brincando com seus dois irmãos, que também são menores de idade, quando a âncora caiu sobre ele.

Como a rua estava deserta, o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) demorou alguns minutos para ser acionado. Os irmãos começaram a gritar pelas ruas até que uma pessoa ouviu, e fez o chamado. Assim que o atendimento chegou foram tentados os primeiros socorros de reanimação, mas sem sucesso, o garoto já estava sem vida. Populares se reuniram para tirar a peça sobre o garoto. Foram necessários três homens para erguer o objeto de cerca de 200 quilos.

O que ficou sem explicação até o fechamento da matéria foi o fato dos garotos morarem tão longe do local onde aconteceu o acidente, segundo os pais, no bairro da Mangueira. A reportagem exibida no jornal local na Globo (conforme vídeo abaixo), confirma que o bairro fica realmente longe do estabelecimento. Os pais foram acionados e chegaram quase uma hora depois no local e não esclareceram como e por que os garotos estavam juntos brincando a tantos quilômetros distantes de casa.

Vizinhos disseram que a casa tem cerca de 15 anos e que já foi endereço de várias empresas.

Os peritos do IC também disseram à reportagem que foi necessário retirar outra âncora de mesmas características da fachada para evitar outra tragédia. A delegacia responsável pelo caso será a de Mustardinha, na mesma região, e o delegado espera ouvir ainda antes do Carnaval os pais do garoto, as testemunhas e o proprietário da casa.

A tragédia abalou os moradores da região, que colocaram flores e cruzes no local, em homenagem ao garoto morto.

#Morte