Os grafiteiros e artistas plásticos Gustavo e Otávio Pandolfo, OSGEMEOS, inauguraram no último sábado (31) sua primeira instalação permanente. Batizada de O Bunker, a obra fica nos jardins do Museu Casa do Pontal, na zona oeste do Rio de Janeiro. A inauguração contou com um bate-papo com a dupla e show do cantor Siba, de quem são amigos de longa data.

A instalação é também a primeira obra de arte contemporânea do Museu Casa do Pontal, que é dedicado à cultura popular brasileira e atualmente vive uma situação delicada: a construção da Vila de Mídia do Rio 2016, em terreno vizinho, está comprometendo a estrutura do museu e colocando em risco a integridade das mais de 8.000 peças do acervo.

Publicidade
Publicidade

A obra, que tem pouco mais de dois metros de altura, reproduz um homem e seus desenhos protegidos, mas também presos por uma cápsula de concreto e ferro. Segundo OSGEMEOS, a mensagem é de resistência: "É um alerta para a preservação de nossa cultura, que está por toda parte, e precisa de nossa atenção. A gente não vê bunker no Brasil porque aqui não tem guerra, apesar de muitas vezes parecer que estamos em uma. Vocês [o museu] estão numa guerra para preservar isso aqui, e vão conseguir. O Bunker representa isso."

Universo Tritrez

Quando decidiram que o que queriam fazer da vida era desenhar, os irmãos se trancaram no quarto e lá ficaram rabiscando até encontrar sua identidade própria. Descobriram Tritrez, um universo onde os seres estão sempre iluminados pela luz do pôr-do-sol. Os seres amarelos de Tritez são a marca registrada da dupla e ganharam o mundo.

Publicidade

Estampam lenços da Louis Vuitton, tênis da Nike, avião da seleção... ou um muro qualquer por aí.

É que, apesar de terem conquistado espaço nas galerias de arte, OSGEMEOS mantêm o mesmo propósito de quando começaram, em meados da década de 80: trabalhar nas ruas, expressando suas ideias através do grafite.

Para conhecer

O Museu Casa do Pontal fica na Estrada do Pontal, 3.295, no Recreio dos Bandeirantes. Funciona de terça a sexta, de 9h30 às 17h, e aos sábados, domingos e feriados, de 10h30 às 18h.

O Bunker fica na área externa do museu e sua visitação é gratuita. Para conhecer o acervo de arte popular, a entrada é R$ 10 - estudantes e idosos pagam R$ 5.