É completamente insólito encontrarmos animais selvagens no meio urbano, principalmente predadores no topo da cadeia alimentar. Por isso, os jacarés-do-papo-amarelo acabaram virando algo entre objeto de atração e medo para os moradores do Recreio dos Bandeirantes. Os répteis podem ser vistos a qualquer hora, e embora seu habitat esteja quase todo cercado e com cartazes informativos, eles estão a poucos metros de ruas movimentadas e de residências.

Em princípio, o propósito do funcionamento do Parque Ecológico Chico Mendes, localizado na Avenida Jarbas de Carvalho, fora o de abrigar a espécie, que estava em ameaça de extinção, bem como alguns exemplares da flora.

Publicidade
Publicidade

Mas cerca de 30 jacarés começam a se espalhar pelo bairro.

Alguns jacarés, deslocando-se em busca de caça, já foram atropelados na Avenida das Américas, outros foram encontrados nadando em piscinas e vários nas portas de residências e de estabelecimentos comerciais. Não deixa de ser uma situação surreal o morador do bairro tentar começar seu dia com um salutar mergulho na piscina de sua casa e encontrar um exemplar crocodiliano já desfrutando do mesmo espaço aquático.

Os jacarés estão em casa

Segundo o Dr. Ricardo Freitas Filho, biólogo, fundador e diretor do Instituto Jacaré de Conservação e Manejo da Fauna Silvestre, "Não há uma superpopulação de jacarés no complexo lagunar de Jacarepaguá, mas sim uma supressão indiscriminada de áreas naturais devido ao crescimento urbano sem planejamento e um plano de manejo adequado.

Publicidade

Resumindo: os jacarés estão em casa, nós é que teríamos que ser retirados (se fosse esse o caso)".

Os répteis nadam naturalmente no poluído Canal das Tachas, apesar dos despejos diários de hectolitros de esgoto. Certamente não é admirável vermos a natureza sofrendo com a poluição, porém, os jacarés resistem à água de esgoto, com metais pesados, pouco oxigênio, coliformes fecais e lixo. Seu couro resistente e um sistema digestivo forte afastam as doenças.

São predadores incapazes de atacar pessoas, como "seus primos" crocodilos australianos ou africanos. Pelo contrário, fogem quando alguém se aproxima, mas é recomendável não nos aproximarmos muito e não alimentá-los, para que mantenham seu instinto caçador.

Apesar de assustadiços, alguns jacarés-do-papo-amarelo invadiram o set de gravação na novela Pantanal, nos anos 90, durante uma cena à beira do Rio Negro. O cantor Sérgio Reis salvou a atriz Cristiana Oliveira, que estava cercada por eles.

O respeitado biólogo Mário Moscatelli gostaria que o poder público pudesse ajudar mais nessa situação.

Publicidade

O Dr. Ricardo faz o que pode: "Envio relatórios constantemente, assim como agimos sempre que possível e dentro de nossa limitações de recursos para manter o monitoramento das populações de jacarés do complexo lagunar de Jacarepaguá."

Por enquanto os moradores do Recreio - animais e seres humanos - estão conseguindo até agora dividir o bairro sem grandes problemas. Porém, pela proximidade com a praia, teme-se futuramente ser comum os banhistas darem de cara com um ou vários deles divertindo-se com as ondas, como acontece na Austrália. #Curiosidades