Se o lema do Rock in Rio é "por um mundo melhor" nem todo mundo que foi ao festival chegou lá com a cabeça livre de problemas e disposto a ser uma pessoa melhor do que entrou. A festa, que já recebeu dezenas de artistas nacionais e internacionais ganhou o mundo e chegou a sua 30º ano. Na noite do show da banda System Of a Down a confusão chamou atenção dos que passavam próximo a um quiosque de vendas na Cidade do Rock.

Segundo parte do público presente, um casal decidiu protagonizar uma cena lamentável de frente para o quiosque da loja revendedora de jeans e camisetas Taco. De acordo com uma fã do grupo que esteve no local, um homem segurava uma mulher pelo pescoço. 

"Ele disse coisas como 'vou te matar' e chegou a dar um tapa na cara dela.

Publicidade
Publicidade

Ficamos indignados", disse a moça.

Um grupo conseguiu dispersar a confusão e, logo após, eles sumiram no meio do público.

Último dia de shows será fechado com pop-fantasiado de Katy Perry

Quem não conseguiu ingresso ou vai tentar algum "cambista" em frente à Cidade do Rock é bom correr: está é a última chance de garantir o ingresso para o festival bienal, que ocorre agora só em 2017. O espetáculo de hoje será fechado com a maestria de Katy Perry, cantora norte-americana que se popularizou com a música polêmica sobre lesbianismo: "I Kissed a Girl". Outros sucessos são certos no setlist da morena, como "Firework", "Hot n' Cold", "This Is How We Do", "Dark Horse" e "Last Friday Night", todos os clipes que ganharam milhões de visualizações e cliques no Youtube.

A marca de Katy Perry são as roupas coloridas e uma explosão pirotécnicas no palco, chamando atenção para sua música mais conhecida, o hit "Firework", que fechará a noite no Parque dos Atletas.

Publicidade

O festival ainda conta com um line-up cheio de atrações para hoje: no palco Mundo, as bandas Cidade Negra, Aluna George e A-ha antecedem o show de Katy, trazendo muito pop para os fãs do ritmo.

Já no Palco Sunset, diversos artistas prepararam uma homenagem aos 450 anos de história da cidade do Rio de Janeiro. #Entretenimento #Curiosidades #Violência