Um dos trabalhos mais surpreendentes é o dos jornalistas que acompanham o dia a dia das cidades. Durante a cobertura de uma pauta, profissionais da mídia podem se deparar com uma notícia até mais importante, as vezes até com imagens impactantes de flagrantes, como o que aconteceu nesta quinta-feira, 05. Um tiroteio foi registrado na Linha Vermelha, uma das vias expressas mais importantes da cidade do Rio de Janeiro e também uma das mais movimentadas, já que liga à capital do Rio até a Baixada Fluminense, região com municípios muito populosos, como Duque de Caxias. O registro das balas foi feito por uma equipe da Globo News, canal a cabo de notícias da Globo. 

Desesperado, um homem que estava dentro de um dos carros parados em meio ao tiroteio, em uma decisão impressionante, decidiu sair do veículo com um bebê no colo.

Publicidade
Publicidade

Abraçado à criança ele foi para o lado de trás do automóvel, tentando a todo custo arranjar uma maneira de defender e proteger a criança, que aparenta ter poucos meses de vida. 

De acordo com o noticiário local, bandidos tentavam roubar os motoristas parados no engarrafamento. Pelo menos três homens realizaram a ação, que aconteceu próximo à uma região movimentada, o campus da UFRJ, a Universidade do Rio de Janeiro, que recebe diariamente milhares de estudantes no bairro da Ilha do Governador.  

Na narrativa feita pela repórter Carolina Cimenti, que cobriu o fato pela Globo News, ela disse que pelo menos quatro tiros foram disparados, não sendo possível identificar de onde surgiram as balas. Ela lembrou que o trânsito estava muito lento. Carolina ainda disse que os criminosos tiveram azar, porque no momento do #Crime passavam carros da polícia civil na região.

Publicidade

Felizmente, ninguém ficou ferido na operação.

Não é a primeira vez que Cimenti faz um flagrante da violência no Rio. Em julho deste ano, ela fazia um link ao vivo quando um assalto ocorreu e feriu uma mulher. A repórter precisou largar a entrevistada e trazer informações de uma assunto que não tinha nada a ver com sua matéria principal.