Na noite de ontem (13) uma forte chuva atingiu Barra Mansa, cidade do Rio de Janeiro. A chuva durou toda a madrugada e deixou os moradores da cidade preocupados e assustados. A assessoria de imprensa de Barra Mansa informou que o rio da cidade, que leva o seu nome, transbordou em alguns pontos, mas não causou nenhum estrago.

O bairro Nova Esperança foi um dos que mais sofreu com as fortes chuvas. De acordo com a Defesa Civil, foi lançada alerta para a população por meio das sirenes que ficam no Colégio Municipal Clécio Penedo. Moradores dos bairros de Boa Sorte, Estamparia, São Luís, Saudade, Vista Alegre, Loteamento e Ano Bom também ficaram em estado de alerta durante a madrugada.

Publicidade
Publicidade

Mas os maiores problemas, na verdade, foram por causa da chuva, pois os bueiros da cidade não fizeram o escoamento corretamente. Equipes do Saae da cidade ficaram nas ruas ainda ontem para desobstrui-los. Moradores da cidade, entretanto, dizem que a situação de alagamento é desagradável, mas já é comum no local. Outro morador afirmou que quando as sirenes foram acionadas, o rio já havia transbordado.

Outro problema aconteceu na Rodovia Presidente Dutra, no sentido SP-RJ. A pista, entre os quilômetros 292 e 278, teve o tráfego completamente interrompido em sua via expressa por causa de uma queda de barreira. Até mais ou menos às 22h30 de ontem, o trânsito estava intenso no local.

De acordo com a Band News RJ, o deslizamento no sul do estado que atingiu a Dutra deixou seis pessoas feridas, e duas delas estão em estado grave.

Publicidade

Não há mais informações sobre o caso e os feridos até o momento.

Volta Redonda

Volta Redonda também sofreu com as chuvas, mas de maneira mais branda. O local teve pontos de alagamento, principalmente em Vila Brasília, Vila Santa Cecília, Retiro e algumas partes da Avenida Getúlio Vargas.

Lá também os alagamentos foram causados por causa dos bueiros entupidos e a forte chuva. De acordo com coordenador da Defesa Civil da cidade, não foi registrada nenhuma ocorrência durante as chuvas. #Governo