A população do Rio de Janeiro está revoltada com o governador Pezão que alega não ter dinheiro para investir na saúde e por isto as pessoas estão tendo que ficar horas na fila e muitas vezes nem são atendidas.

Mas se de um lado falta dinheiro para a saúde, por outro está sobrando quando se trata de realizar a festa de réveillon que na virada de ano terá muito mais que a tradicional queima de fogos, contando também com muitos shows caríssimos.

Luiz Fernando Pezão avisou que o estado do Rio de Janeiro está passando por uma das piores crises e 2016 será um ano difícil. Mas quem for à praia de Copacabana para esperar a chegada do ano novo jamais irá dizer que o Rio está enfrentando problemas financeiros, pois serão muitos eventos sendo oferecidos aos turistas.

Publicidade
Publicidade

Diogo Nogueira, Zeca Pagodinho, Jorge Ben Jor, são apenas alguns dos nomes confirmados para o réveillon de 2016 que terá como tema os jogos Olímpicos. É que o governador que aproveitar que a festa será acompanhada não só pelos presentes no local, mas também por pessoas de todo o Brasil e de vários lugares do mundo para mandar um lembrete de que ano que vem tem as Olimpíadas.

 RIO PAGA R$ 800 MIL POR UM ÚNICO SHOW DE ZECA PAGODINHO

Para a saúde não tem dinheiro, mas para a festa... só o Zeca Pagodinho vai faturar R$ 800 mil em um único show que deve durar pouco mais de uma hora.

O pagodeiro estará na praia de Copacabana comemorando a chegada de 2016 sem se preocupar com crise pois em uma hora ele irá receber o que a maioria dos brasileiros receberão se trabalharem por 900 anos. Com o salário mínimo no valor de R$ 880,00 é preciso trabalhar 900 anos para faturar R$ 792.000,00.

Publicidade

Zeca Pagodinho é representado pela "Duluili Produções e Eventos Artísticos" e preferiu não comentar sobre o fato dele receber tanto dinheiro de uma cidade que alega não ter como investir na saúde de sua população.

O maior valor já pago a um artista foi no ano passado quando Seu Jorge recebeu R$ 700 mil. Zeca Pagodinho acaba de bater o recorde como artista mais bem pago e justamente em meio a uma crise anunciada pelo governo como sendo uma das piores de todos os tempos.

E R$ 800 mil será pago somente para Zeca Pagodinho, lembrando que terão vários outros artistas recebendo ótimos cachês na noite de réveillon.

Você acha certo o Rio de Janeiro gastar todo este dinheiro neste evento, ao invés de aplicá-lo na saúde? Comente! #Entretenimento #Rio2016 #Crise no Brasil