Um adolescente de apenas 13 anos de idade invadiu uma #Igreja em Duque de Caxias - RJ, na Baixada Fluminense, e "atacou" várias imagens sacras da Catedral de Santo Antônio, na última terça-feira (26) destruindo parte do acervo.

No momento do incidente, o jovem estava em companhia da família, que por motivo desconhecido teriam entrado na igreja, e ao presenciar alguns devotos fazendo preces diante das imagens, começou a destruí-las, jogando-as contra o chão.

Segundo testemunho do próprio garoto, após ser detido e levado a presença de um delegado, ele esclareceu que a atitude dele foi motivada pela interpretação de passagens da Bíblia, em que Deus abomina o culto às imagens e que "não devemos adorá-las", que seria idolatria, princípios ensinados na Igreja Universal do Reino de Deus, denominação neo pentecostal evangélica, presidida pelo Bispo Edir Macedo, igreja que ele relatou frequentar junto com sua família.

Publicidade
Publicidade

Jovem diz não se arrepender

Segundo testemunhas, enquanto detido pelos fiéis, o jovem tentou justificar dizendo que sua atitude teria sido induzida por uma cena similar da novela "Os Dez Mandamentos" da TV Record. 

Os fiéis que o contiveram relataram ainda que tentaram indagá-lo sobre o porquê do comportamento violento, porém o jovem, convicto, disse não se arrepender do que fez e que faria novamente se tivesse oportunidade.

As imagens de santos destruídos são os denominados pela igreja católica como Sagrado Coração de Jesus e Senhora Imaculada Conceição.

Padre classifica o ato como intolerância

Em mensagem postada no Whatsapp, o padre Renato Gentile, vigário da Catedral, classificou o ato como intolerância religiosa, considerando o caso como "gravíssimo e repudiante" e como, "atitudes tomadas mediante distorções das mensagens da Sagrada Escritura que levam ao fundamentalismo religioso".

Publicidade

Padre Renato também diz acreditar que a prática é presente e difundida em algumas igrejas, mas que não representam a maioria dos irmãos de outras doutrinas.

O incidente foi registrado na 62ª Delegacia de Polícia em Imbariê, para onde foi levado o jovem, depois de ser detido por fiéis que estavam na catedral, e embora o pároco local, Padre Renato Gentile, tenha classificado o ato como intolerância religiosa, foi registrado boletim de ocorrência por "danos ao patrimônio". O jovem, menor, foi liberado após prestar depoimento. 

Bispo da Universal já chutou a santa

Incidentes deste tipo, entre evangélicos e católicos, não são um fato inédito. O mais relevante deles ocorreu no dia 12 de outubro de 1995, envolvendo também, a Igreja Universal, quando na época um dos seus membros, o Bispo Sérgio Von Helder "chutou" a imagem de N.S. Aparecida, no programa de TV “Despertar da Fé", levado ao ar pela Rede Record, hoje de propriedade do Bispo Edir Macedo, chamando a santa de "boneco feio, horrível e desgraçado", fato que na época teve grande repercussão na mídia e perante a sociedade.

  #Religião