A religião muda pessoas para o bem e para o mal. É fascinante, segundo o sociólogo Clemir Fernandes o  poder que exerce a religião sobre o ser humano e de sobremaneira no  comportamento das pessoas e da sociedade - ele analisou o processo de mudanças dessas  crenças nos presídio brasileiros de sobremaneira os evangélicos e como experimentam novas realidades . O perigoso é se deixar levar aos extremos por uma espécie de lavagem cerebral, uma passagem em que pessoas instruídas, inteligentes e céticas se tornam crentes. 

Clemir Fernandes é sociólogo realizou uma pesquisa nos presídios cariocas e constatou que os presos do Rio de Janeiro são em sua esmagadora maioria evangélicos.

Publicidade
Publicidade

 Batizada de “Assistência religiosa em prisões do Rio de Janeiro: um estudo a partir da perspectiva de servidores públicos, presos e agentes”, do Instituto de Estudos da Religião – esta  pesquisa  terá divulgação em breve. 

Ele adianta que esta predominância inconteste de evangélicos dentre os apenados não é uma conclusão sua,  mas do IBGE  que dá números para o crescimento dos evangélicos não só dentre os presos, mas no Brasil -  que houve o crescimento de 61%.  Clemir constatou que em alguns presídios fora do RJ esta conversão dos presidiários em evangélicos tornou benéfica transformando o ambiente menos tenso tanto para os presos como para os funcionários, mas detectou um aspecto negativo. Como maioria, estes evangélicos  transformaram-se em uma facção acabando  obtendo privilégios tais como celas especiais.

Publicidade

Só que a Secretaria Estadual de Administração Penitenciária do Rio de Janeiro não concedeu regalias. Lá os presos são distribuídos nas celas de acordo com o tipo de  seu #Crime, não por cientologia. 

Sincretismo religioso

A Secretaria aprovou 100 instituições religiosas para dar assistência espiritual nos presídios fluminenses. Do total, 81 são igrejas evangélicas - 47 pentecostais, 20 de missão e 14 de outras origens tais  como:  oito instituições Católicas, seis grupos espíritas, três grupos da religião Testemunhas de Jeová, um grupo Umbandistas e outro Judeu.

Leia mais:

Pezão contrata pastor para secretaria de direitos humanos e vai tirar 'Rio sem Homofobia

No Rio, festa homenageia cultura afro, mas deixa negros do lado de fora #Bolsa Familia #Casos de polícia