Alguns funcionários de um cemitério chamado Caju, localizado no Norte Fluminense, em Campos dos Goytacazes, fizeram uma descoberta no mínimo incrível: um homem foi enterrado vivo. O fato aconteceu na manhã dessa quarta-fera (3), e surpreendeu a todos que se encontravam no local.

O homem que foi encontrado tem 33 anos, e de acordo com os bombeiros, quando foi resgatado do túmulo, ele ainda aparentava sinais de embriaguez. Isso fez com que  os profissionais desconfiassem de que ele poderia ter sido enterrado na madrugada. Ainda segundo os funcionários do Cemitério, o homem apresentava alguns sinais de espancamento, pois em seu corpo havia alguns ferimentos.

Publicidade
Publicidade

A mulher que percebeu essa situação contou ao Corpo de Bombeiros que havia chegado ao cemitério por volta das 10h para fazer uma visita ao túmulo de um parente, deu algumas voltas e achou estranho que um dos túmulos estava um pouco desajeitado, ‘com uma parte quebrada e revelando um pouco do que havia por dentro’. Isso motivou a curiosidade da mulher, que se aproximou para observar de perto, foi quando ela viu que havia um homem se mexendo lá dentro.

Logo ela partiu em busca dos funcionários e os pediu para que observassem aquele túmulo. Os mesmos foram até o local, abriram o recinto e constataram que um homem estava vivo e deitado. De acordo com os bombeiros, o homem não estava com nenhum documento e os ferimentos eram visíveis. O detalhe é que ele apresentava sinais de embriaguez.

Imediatamente o homem foi dirigido para se tratar no (HFM), Hospital Ferreira Machado.

Publicidade

Lá, após de ter os ferimentos tratados, foi constatado que ele havia sofrido um trauma de face, mas o estado de saúde dele estava estável. De acordo com o G1, a polícia está em busca de informações para esclarecimento desse acontecimento, pois ainda nenhum parente do homem se apresentou.

Segundo o (Codemca), Companhia de Desenvolvimento do Município de Campos, que é o responsável pelo cemitério, está havendo um acompanhamento do caso para que tudo seja esclarecido em breve. #Curiosidades #Casos de polícia