A morte do neto de Chico Anysio, Rian Brito, continua a gerar polêmica. A atriz Leona Cavalli decidiu desabafar nesta segunda-feira, 07, esclarecendo especulações que foram feitas ligando à uma possibilidade do jovem ter morrido após ser influenciado por um centro xamânico do qual frequenta. A atriz disse que expressa seus sentimentos à família e depois começa a tecer comentários sobre postagens feitas pela mãe do rapaz morto, a cantora Márcia Brito. Márcia marcou Leona em alguns posts sobre a morte de Rian. 

A mãe do rapaz chegou a usar comentários de forma irônica, dizendo que Leona seria convidada para a cremação de Rian e que ela até teria lugar na primeira fila.

Publicidade
Publicidade

Quem também fez comentários especulatório foi a atriz Tássia Camargo, amiga da família de Chico Anysio, dando a entender que a atriz, no ar em 'Totalmente Demais', não seria humana, pois não procurou Márcia depois da morte de Rian. "O que se faz aqui se paga aqui mesmo na terra e o dela tá guardado", escreveu a amiga da mãe do rapaz morto. 

A mãe de Rian disse ainda que a missão de seu filho foi cumprida graças à atriz, mais uma vez de forma irônica. Para muita gente, ela insinuou que Leona tivesse alguma responsabilidade na morte do neto de Chico Anysio. A cantora continuou no seu desabafo, pediu #Justiça e disse que lutaria para que outras mães não perdessem seus filhos da mesma forma. Márcia, no entanto, não deu detalhes explícitos sobre o que aconteceu. 

Depois das mensagens, o perfil da mãe do neto de Chico Anysio foi retirada do ar.

Publicidade

A polêmica, no entanto, continuou. E as especulações agora giram em torno de um templo frequentado pela atriz Leona, que utiliza uma planta conhecida pelo nome de Ayahuasca. O chá dessa planta teria capacidade de produzir sensações alucinógenas.

Veja o post feito pela atriz de 'Totalmente Demais': 

Leona então confirmou na internet que pertencem a ordem religiosa que utiliza a Ayhuasca, mas revelou que viu Rian pela última vez no ano de 2014. Ao todo, ele teria frequentado o mesmo templo que ela por quatro vezes. Posts do rapaz chamando por Leona no Facebook chegaram a ser compartilhados por sua mãe, antes que o perfil dela na rede social fosse apagado.

Leona disse que não é obrigada a falar sobre sua vida pessoal e pediu que todos respeitem a família, solicitando ainda que a morte de Rian não acabe em sensacionalismo.  #Crime