O Museu Casa do Pontal, localizado no Recreio dos Bandeirantes, está completando 40 anos em 2016. E como parte das comemorações vai ser inaugurada no próximo dia 23 de março, às 18h, a exposição itinerante “Fluxos e Migrações”, na Biblioteca Municipal Leonel de Moura Brizola (Praça do Pacificador, S/Nº), em Duque de Caxias.

A exposição aborda o tema da migração no Brasil e no exterior por meio de etapas pelas quais o imigrante passa de seu ponto de origem até seu destino, no qual ele tem que se adaptar à nova realidade. O Museu reúne o maior acervo de #Arte popular brasileira do país graças ao trabalho do francês Jacques Van de Beuque – um refugiado da Segunda Guerra Mundial que chegou ao Brasil, em 1946, .

Publicidade
Publicidade

Estarão na exposição itinerante em Duque de Caxias obras dos artistas Mestre Vitalino, Manuel Vitalino, Zé Rodrigues, Manuel Eudócio e Amaro Rodrigues.  

A exposição fica em cartaz até 24 de abril de 2016, de segunda a sexta-feira, de 10h às 19h. E aos finais de semana mediante agendamento diretamente com a Biblioteca por meio do telefone (21) 2672-3155. A entrada é franca.

O Museu Casa do Pontal realiza periodicamente, em centros culturais e bibliotecas públicas em diferentes bairros do Rio de Janeiro e municípios da Baixada Fluminense, exposições itinerantes. Graças a elas diversas pessoas têm acesso ao acervo. Em algumas localidades, por exemplo, atende comunidades que nunca tiveram acesso a museus.

Considerado pelos turistas que vieram ao Brasil durante a Copa das Confederações como um dos principais museus do país, segundo pesquisa da Embratur, o Museu Casa do Pontal tem seu acervo tombado pela Prefeitura do Rio como referência cultural da cidade.

Publicidade

Localizado em um sítio de 5.000 m² na zona oeste da Cidade Maravilhosa, o Museu reúne 8.500 peças de autoria de mais de 300 artistas, de 24 estados do país. 

Atualmente, o Museu Casa do Pontal conta com o patrocínio institucional do Ministério da Cultura, do Governo do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro, da Petrobras e do IRB Brasil Re. O investimento financeiro é do BNDES. Ainda há parceria institucional com o Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM) e com a UNESCO, A Caixa Econômica Federal patrocina o projeto educação patrimonial. A exposição "Fluxos e Migrações" tem apoio da Prefeitura de Duque de Caxias através de Secretaria de Cultura. #Rio Cultura #Rio2016