Durante operação da Polícia Civil neste sábado (5), na tentativa de encontrar os suspeitos que balearam um delegado na noite anterior, deixou um suspeito morto e outro ferido. O delegado Thales Nogueira Venâncio Braga foi atingido na boca, no bairro  Laranjeiras, zona sul da cidade assim que chegava em sua residencia.  A ação ocorreu no Morro dos Prazeres em Santa Tereza, região centro do Rio.

Thales Nogueira Venâncio Braga, atua na delegacia da Barra da Tijuca, Zona oeste do Rio de Janeiro. Testemunhas disseram que havia uma perseguição no instante que ele foi atingido, em uma troca de tiros. O delegado passava pelo local acompanhado da esposa.

Publicidade
Publicidade

As Polícias Militar e Civil, comunicaram por nota, que o delegado foi vítima de uma tentativa de latrocínio (assalto seguido de morte). Segundo a nota oficial, Thales estava em seu carro, uma BMW quando foi atingido. Ele foi socorrido por policias militares, encaminhado para o Instituto Nacional de Cardiologia e passa bem.

A Polícia Civil afirmou ainda, que durante a operação no Morro dos Prazeres,  houve uma troca de tiros com suspeitos, assim que os agentes da Core (Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais) surgiram na comunidade. As identidades dos suspeitos ainda não foram informadas. Foi encontrado com o suspeito morto, um caderno com anotações do tráfico de drogas, rádios para comunicação e drogas, além de uma pistola calibre 9 milímetros.

Segundo a polícia, o fato de ter sido encontrado na mochila, documentos de um automóvel roubado no mesmo bairro que mora o delegado, fortalece a suspeita de que o indivíduo morto, era integrante de uma quadrilha que pratica roubos na região.

Publicidade

Porém o veículo Hyundai i30, não foi encontrado na comunidade.

Morro dos Prazeres

Na entrada da comunidade entre a comunidade do Escondidinho e o Morro dos Prazeres, foi instalada a base da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP). A unidade que foi  inaugurada em 25 de fevereiro de 2011, beneficia aproximadamente 6 mil habitantes. A unidade possui contingente de 182 policiais militares.  #Crime #Investigação Criminal #Casos de polícia