Em fevereiro deste ano, um site de Taiwan divulgou um vídeo ironizando a condição das águas do Rio de Janeiro e cheio de críticas pesadas. O site Tomonews é conhecido por fazer animações com sátiras para ilustrar as reportagens. No caso das críticas ao Rio de Janeiro, muitos brasileiros ficaram revoltados. No vídeo, a animação mostra turistas tendo diarreias e vomitando, o Cristo Redentor defecando e atletas remando no esgoto durante as competições dos Jogos.

A reportagem em animação traz falas de Mário Andrada para a ESPN americana, quando afirmou que a despoluição da Baía de Guanabara não acontecerá por falta de comprometimento, energia e dinheiro. O vídeo relembra que a promessa do COI era eliminar 80% do esgoto na Lagoa Rodrigo de Freitas, já que o local receberá provas de canoagem e remo, e que os atletas que virão para a cidade receberam recomendações de se vacinarem contra polio e hepatite A, além de tomarem pílulas contra tifo.

Publicidade
Publicidade

Confira abaixo o polêmico vídeo divulgado em fevereiro sobre as águas poluídas da cidade carioca.

Mais próximo ainda da abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016, o site de Taiwan fez mais uma crítica afiada ao evento recentemente. Apenas três meses após a primeira animação, o alvo da crítica foi a violência e a queda da ciclovia Tim Maia, com citação até sobre o vírus zika.

No vídeo, é questionado se os turistas e atletas desejam correr o risco de morrer ou ser assaltado. Para ilustrar, é mostrada uma cerimônia de premiação dos Jogos com bandidos invadindo o local a assassinando as pessoas. O vídeo diz ainda que o jogador de futebol Rivaldo recomendou que os turistas não venham à cidade, após o assassinato de garota de 17 anos.

Como aconteceu na primeira vez, os brasileiros não gostaram das críticas e atacaram problemas de outros países, como terrorismo e fenômenos naturais, coisas que não são comuns no Brasil.

Publicidade

Confira o vídeo da segunda sátira abaixo.

O Brasil não foi o primeiro a se tornar alvo do Tomonews. Na verdade, situações e políticos de todo o mundo já foram e são assunto frequente de suas sátiras. #Rio2016