Na noite desta quarta-feira, 18, o prefeito do município do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, do PMDB, negou que seja homossexual em uma entrevista descontraída dada a um programa de rádio da 'FM O DIA'. O boato é antigo na cidade e não é a primeira vez que o político nega essa informação. A eleitora de Paes disse que votou nele e que tem mais é que fazer obra na cidade, citando as diversas transformações que ocorreram no Rio de Janeiro nos últimos tempos por conta das Olimpíadas. Em seguida, ela disse que já estava na hora de Paes sair do 'armário'. O prefeito então revelou que não tem interesse sexual por outros homens e que não teria o menor problema em assumir sua sexualidade. 

Comandando uma cidade que está prestes a receber a primeira Olimpíada da América do Sul, Eduardo Paes ainda fez um apelo contra a homofobia, lembrando que o Rio é uma das cidades que mais recebe homossexuais no mundo, justamente porque o acolhimento turístico aqui é muito grande.

Publicidade
Publicidade

"Ódio e preconceito não combinam com o Rio de Janeiro que sempre foi uma cidade aberta. É uma característica do Rio. Uns gostam de funk e outros de samba”, brincou ele ao falar sobre a sexualidade. 

As brincadeiras a respeito do tema não pararam por aí. Eduardo Paes então, que estava ao lado do promoter David Brasil disse que ele seria a sua primeira-dama. A ouvinte, que estaria desempregada, então solicitou a David um emprego na prefeitura. Ela também questionou como o prefeito conseguia 'disfarçar' em um lugar que só tinha homens bonitos, mas não conseguiu deixar o gestor acanhado nas respostas. 

Paes ainda disse que tinha "gosto de pobre" e citou o cantor Zeca Pagodinho para falar sobre essa característica. De acordo com o prefeito, apesar do pagodeiro ser rico, ele gosta de um "cervejinha' e de se reunir com amigos dos "velhos tempos". 

Recentemente, Eduardo entrou nas manchetes do país por conta da queda de uma ciclovia recém-inaugurada e que gerou a morte de cariocas. 

Ouça o áudio com a conversa entre o prefeito e a ouvinte 'saidinha':

#Governo #É Manchete!