Os atletas que estão participando do revezamento da tocha Olímpica ficaram muito emocionados com o evento Rio 2016. Disseram que é um orgulho participar e conduzir a chama Olímpica. Muitos famosos, como Daniele Hipólito, Gustavo Borges, Fernanda Venturini, entre outras estrelas mais, participaram deste evento e compartilharam suas histórias.

Daniele Hypólito disse que viveu esse momento maravilhoso duas vezes e foi muito marcante em sua vida. A primeira vez que participou tinha apenas 17 anos, o evento aconteceu no revezamento dos jogos de inverno Salt Lake City, nos Estados Unidos. Após 2 anos, a atleta brasileira conduziu a Tocha Olímpica em 2004, na cidade do Rio de Janeiro.

Publicidade
Publicidade

A ginasta disse que sentiu uma emoção muito grande ao participar do revezamento da tocha. Foi uma vitória carregar o fogo Olímpico e sentir as chamas em suas mãos.

Outro participante famoso foi o bicampeão Giovane Gávio, que também conduziu a tocha mais de uma vez. A sua primeira vez foi na cidade do Rio de Janeiro em 2004. A segunda vez foi nas Olimpíadas da Grécia. O Olímpico de voleibol falou que, quando viu a chama acesa na tocha, logo pensou é um privilégio ter o jogo na nossa própria casa. Também disse que é emocionante quando as pessoas saem nas ruas para ver a tocha passar, é uma emoção inexplicável.

Janeth Arcain é considerada uma das maiores atletas do basquetebol. A brasileira foi medalhista prata na cidade de Atlanta, em 1996, e bronze em Sydney, em 2000. A passagem da tocha dos jogos da Grécia foi na cidade do Rio de Janeiro, a brasileira conduziu o fogo pela praia vermelha.

Publicidade

Ela disse que se sentiu parte dos jogos desde da antiguidade até a era moderna. Isso é um orgulho para condutor, porque ele consegue sentir a força de representar mais de 200 milhões de brasileiros. O evento dos jogos olímpicos já começou e o revezamento da chama é um sucesso no Brasil.

Os condutores da chama olímpica deste ano são os atletas Fabiana Claudino, Gabriel Medina, Artur Ávila Cordeiro de Melo, Adriana Araújo, Gabriel Hardy e outros mais. Gustavo Borges representou Atenas em 2004, disse que são muitos os sentimentos. Que no primeiro momento o condutor entra em contato com os jogos, isso é uma emoção muito forte, pois é um grande reconhecimento para quem carrega a tocha Olímpica. #História #Rio2016