Os atletas da Austrália que participarão dos jogos olímpicos no Rio de Janeiro receberão, do comitê olímpico australiano, camisinhas anti-zika. Através dessa atitude, eles estarão preservando os seus participantes de um possível contágio, ou transmissão do vírus zika, através de relacionamentos sexuais.

Para evitar contágios fabricaram preservativos com lubrificação antiviral. Eles foram testados em laboratórios e mostraram ser eficientes contra o zika, o HIV, a herpes genital e o HPV, que são doenças sexualmente transmissíveis.

As distribuidoras das camisinhas de condon serão a Starpharma Holdrigs e Ansell Limited. Kitty Chiler (chefe da confederação australiana na olimpíada) disse que, para eles, a saúde e tranquilidade da equipe é o principal.

Publicidade
Publicidade

A união com a Starpharma fará com que todos tenham proteção a mais e eles já possuem noção sobre a importância de se realizar este tratamento, para se protegerem no Rio, durante as competições.

A OMS (Organização Mundial de Saúde) solicitou que os participantes das olimpíadas tenham relações sexuais seguras ou não façam sexo, no período dos jogos no Rio de Janeiro, para que o vírus não se propague.

Essa medida foi uma das que foram adotas pelos países competidores nos jogos olímpicos de 2016. A Coréia do Sul adotou uniformes com manga comprida e borrifarão repelentes.

Os Estados Unidos, que tem a delegação maior das olimpíadas, estão se prevenindo contra o zika e o seu comitê criou uma equipe que estipulará os melhores métodos e informará aos atletas e a outros participantes, que vierem ao Brasil, o que fazer.

Publicidade

O CCPD (Centro de Controle e Prevenção de Doenças) dos EUA notificou as gestantes, que avaliem a sua vinda ao Brasil nas olimpíadas. Aconselharam aos cônjuges das mesmas a se prevenirem e usarem camisinhas após a viagem, ou que não realizarem sexo no período da gravidez e recomendaram usar repelentes.

O zika e as olimpíadas

O zika vírus preocupa os países que estão vindo ao Brasil para participarem das olimpíadas. A doença se alastrou no Brasil e o mosquito Aedes Aegypti é o responsável pela transmissão da dengue, zika-vírus e chikungunya. A prevenção é o melhor caminho para se evitar a doença. E os países estão se protegendo da forma que eles acham ser melhor para os atletas. #Entretenimento #Mídia #Rio2016