Eduardo Paes, prefeito da cidade do Rio de Janeiro, afirmou ontem, (12), que adoraria ter o ex-ministro do governo Dilma Rousseff, Ricardo Leyser, ajudando nas questões que envolvem a estruturação, planos e análises que envolvem os Jogos Olímpicos da cidade maravilhosa. De acordo com o portal Reuters, Paes nutre grande admiração pelo ex-ministro e declara que ele vinha fazendo um excelente papel a frente do Ministério do Esporte.

“[...] Adoraria ter o Leyser trabalhando aqui comigo na preparação dos Jogos – contou o prefeito do Rio de Janeiro, em entrevista – e até dei até uma cantadinha nele para vir dar uma ajudinha”, contou Eduardo Paes a alguns jornalistas que o entrevistavam.

Publicidade
Publicidade

Leyser havia assumido o cargo de ministro interino ainda no final do mês de março, quando substituiu George Hilton. Antes de entrar para o ministério do esporte, ele era secretário nacional de Alto Rendimento. Na preparação para os Jogos Olímpicos da cidade do Rio de Janeiro 2016, Leyser participou exercendo um importante papel e administrando com a parceria política, como a do próprio Eduardo Paes.

Mais à frente, o prefeito do Rio de Janeiro comentou acerca do atual momento político que o Brasil se encontra, principalmente a questão do impeachment da presidente Dilma Rousseff. De acordo com ele, é um momento realmente delicado para os cidadãos brasileiros, mas, no entanto, isso de fato não irá contribuir negativamente com relação às questões burocráticas que envolvem a Olimpíada.

“Os Jogos Olímpicos no Brasil serão sucesso absoluto e certamente engrandecerão a imagem do Brasil – continuou a dar entrevista o prefeito do Rio de Janeiro, ontem, 12 – (...) e também, deixarão legado em benefício da população”, disse o político.

Publicidade

De acordo com o portal Reauters, o próprio Eduardo Paes havia recebido um telefonema do ex-vice-presidente, Michel Temer, ainda na semana passada.

Nessa conversa, Temer teria dito a Paes que daria todo o suporte necessário para que a realização dos Jogos Olímpicos acontecesse em total paz e tranquilidade. Ele ainda confirmou que dará todo o apoio do governo federal possível. #Rio2016