Depois de um evento suntuoso na capital fluminense, que contou com a presença de personalidades mundiais como Catherine Deneuve e o ator Jaden Smith - o filho do astro americano Will Smith-, a loja da Louis Vuitton, que fica em um dos endereços mais charmosos do Rio de Janeiro, a Rua Garcia D'Ávilla, em Ipanema, foi assaltada

Ladrões invadiram o local na madrugada desta terça-feira, dois dias depois do evento da grife francesa que trouxe 300 celebridades e jornalistas estrangeiros ao Rio de Janeiro, no Parque Lage. A vitrine da loja foi quebrada. A polícia encontrou um pé de cabra que foi abandonado pelos assaltantes. O prejuízo pode alcançar a marca de um milhão de reais. 

Segundo a BAND News FM, os assaltantes não chegaram até o estoque e levaram apenas o que estava nas vitrines e também dentro da loja.

Publicidade
Publicidade

Para se ter uma ideia do prejuízo, uma bolsa da marca não sai por menos de R$ 5 mil. Os modelos que foram apresentados no desfile no Rio de Janeiro, conhecido como Capucines MM chega a cifra de R$ 26 mil. 

Muitas peças dessa nova coleção foram levadas. A marca promoveu, além do evento que teve muitas celebridades nacionais também, visitas a pontos turísticos do Rio de Janeiro. Catherine Deneuve era uma das mais empolgadas com a visita à Cidade Maravilhosa. O ator Jaden Smith foi clicado tomando banho de mar em Ipanema e também brincando no aeroporto internacional do Rio, o Galeão, antes de retornar aos Estados Unidos. 

Essa não é a primeira loja de alto padrão a ser assaltada nos últimos dias no Rio. Na semana passada, a Richards, que fica a um quarteirão da Louis Vuitton, também em Ipanema, foi assaltada da mesma forma.

Publicidade

Porém, nesse caso, o prejuízo foi ainda maior, já que os ladrões - que agiram com o mesmo padrão nesse assalto, quebrando a vitrine com um pé de cabra - fizeram uma limpa no estoque. 

A polícia do Rio de Janeiro não descarta que seja a mesma quadrilha que esteja assaltando as marcas que fazem parte do "quarteirão do charme" - como é chamado o local onde estão as maiores grifes do mundo no Rio de Janeiro. #Rio2016 #Casos de polícia