O novo governo brasileiro garantiu ontem, 16 de maio, que os Jogos Olímpicos de 2016 serão inesquecíveis, apesar da crise política, e negou que o processo contra a presidente Dilma Rousseff pode provocar um boicote de países latino-americanos, que são contra a sua saída. "Está tudo dentro da normalidade", disse Leonardo Picciani, depois de uma reunião entre o presidente interino #Michel Temer, vários ministérios e as forças de segurança do Estado.

Temer disse que falou, na segunda-feira, com o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, para informar as prioridades do novo governo sobre os Jogos Olímpicos.

Publicidade
Publicidade

"Foi uma conversa muito positiva. Temer reafirmou as garantias do novo governo para os Jogos Olímpicos, se referindo à preparação e à segurança pública", disse Picciani. Ele também negou que a recessão econômica e os cortes anunciados por Temer no orçamento do país afetarão os desembolsos previstos. "Não há orçamento de risco e desembolso de dinheiro para os Jogos Olímpicos", disse ele.

Leonardo Picciani disse que "cerca de 100% das obras estão concluídas" e negou que os recentes atritos entre o Brasil e alguns países da América Latina poderiam ser um ponto negativo para os Jogos Olímpicos.

"Estamos convencidos de que todos os procedimentos do processo de impeachment contra a presidente #Dilma Rousseff, não foram golpe e ocorreram conforme a lei brasileira", disse Leonardo.

Nenhum país anunciou que vai boicotar os Jogos Olímpicos, mas o presidente salvadorenho, Salvador Sanchez Ceren, anunciou, no sábado, que ele não reconhece o governo interino, após a saída de Rousseff.

Publicidade

Dilma nega qualquer irregularidade, e descreve todo o processo contra ela como "golpe", da oposição para tomar o poder sem o apoio da população, que votou nela.

Além disso, o Ministro do Turismo, Henrique Alves, disse ao executivo, que o evento poderá enfrentar alguns protestos da população contra os possíveis cortes nos gastos sociais e ele espera que as manifestações não afetem os jogos. #Rio2016