A cidade do Rio de Janeiro planeja adotar o mesmo esquema de tarifa de trasporte utilizado em grandes cidades turísticas do mundo, como a do metrô e ônibus de Nova York, Londres e Paris, limitado por período de tempo e não pelo número de viagens realizadas, durante o período das Olimpíadas. Ou seja, o turista poderá comprar o bilhete ideal de acordo com a sua estadia na cidade e economizar dinheiro para visitar outros pontos turísticos importantes.

Os preços ficaram assim:

  • Bilhete eletrônico para 1 dia: R$ 25
  • Bilhete eletrônico para 3 dias: R$ 70
  • Bilhete eletrônico para 7 dias: R$ 160

Para utilizar como exemplo de comparação, o passe para uma semana de viagens pelo transporte público do Rio ficou em linha com o mesmo cobrado em Londres (32,10 libras - equivalente a R$ 162 na cotação atual).

Publicidade
Publicidade

No entanto, o valor ficou bem maior do que o necessário para andar no metrô de Nova York. Lá na "capital do mundo", o MetroCard semanal custa US$ 31, em torno de R$ 109 atualmente.

Agora veja o preço do metrô de Paris: 21,25 euros por sete dias, que na cotação de hoje significa pouco mais de R$ 84.

Com o objetivo claro de estimular a utilização do transporte público e das bicicletas durante o período dos #Jogos, a prefeitura do Rio ainda anunciou outra novidade: "Nós bolamos um serviço de BRT específico. Ele sairá da estação do Parque Olímpico ao Centro da cidade, com oito opções de descida na zona sul e quatro no centro", afirmou Rafael Picciani, secretário de transportes do município.

Também não será permitida a circulação de qualquer tipo de veículo em determinados trechos de estradas próximos dos locais de realização dos jogos.

Publicidade

Em cerca de 260 quilômetros haverá uma faixa pintada na cor verde, que especificará que ali só será permitido o trânsito de automóveis que estejam transportando voluntários, dirigentes atletas, profissionais da imprensa, carros de resgate como ambulância e corpo de bombeiros, além, é claro, de carros oficiais.

Todo cidadão que desrespeitar a marcação por não se enquadrar no padrão estipulado deverá pagar uma multa de R$ 1.500. #Rio2016 #Ser Educacional