O levantamento de peso é um dos esportes mais antigos do mundo e um verdadeiro simbolo dos Jogos Olímpicos em todas as suas edições. Por esta razão, estarão também representados no Rio de Janeiro, a partir do próximo mês de agosto, em que se dará início às Olimpíadas de 2016, evento mundial que será realizado na cidade maravilhosa.

O levantamento de peso possui adeptos em todo o mundo, porém, é no Irã; país do Oriente Médio, que o esporte é levado com extrema seriedade e profissionalismo. O país é um dos celeiros dessa modalidade esportiva em todo o mundo e conta com renomados atletas para fazer justiça a um provável bom aproveitamento nas competições olímpicas e incrementar o quadro de medalhas de um dos mais importantes países do mundo árabe.

Publicidade
Publicidade

Tradição e cultura caminham juntas

A tradição iraniana, juntamente com o aspecto cultural é fator preponderante para o sucesso do Levantamento de Peso no País. Homens fortes são preparados para a competições, inclusive com intenso respaldo e apoio governamental, buscando-se encontrá-los, geralmente em cidades interioranas e vilas rurais, ao invés das grandes cidades cidades. O esporte é um dos mais populares do Irã, além de ser praticado há séculos. É o segundo esporte que mais traz pódios, contabilizando atualmente, 16 vezes que o País esteve entre os três primeiros colocados, acarretando a conquista de cinco outros, nas 16 edições de Jogos Olímpicos. O esporte que mais trouxe medalhas ao povo iraniano, representando assim os mais de 70 milhões de habitantes, é a Luta Livre, que já rendeu o número significativo de 38 medalhas, sendo oito delas, de cor dourada.

Publicidade

Um dos maiores destaques e lenda iraniana dos Jogos Olímpicos, é Hussem Rezazadeh, o esportista mais famoso do Irã e recordista mundial da categoria ao levantar mais de 105 quilos, além de ter sido campeão nos Jogos de Sydney-2000 e Atenas-2004. Basta lembrar que o atleta possui somente 37 anos de idade. Entretanto, o País joga suas fichas no atleta Behdad Salimi, a maior esperança para a conquista tão sonhado outro olímpico. Salimi foi campeão nos jogos de 2012 e nos mundias de 2011 e 2010, porém atualmente se recupera de uma lesão no joelho e levanta dúvidas quanto à sua  participação dos Jogos do Rio. #Rio2016