O domingo (19) em Campos dos Goytacases, interior do estado do Rio de Janeiro, foi marcado por atos de violência. Houve um assassinato e uma tentativa de assassinato.

Olivam Barreto Nogueira, de 27 anos, foi assassinado e um homem identificado como (G.S), de 32 anos, foi baleado.

Por volta das 22h, o jovem Olivam foi  abordado por homens atirando em sua direção, quando saía da pista de laço "Pai & Filho", na localidade de Mussurepe, em companhia da esposa. 

A vítima ainda teria tentado fugir, mas foi atingida por um tiro na nuca. O corpo de bombeiros foi acionado, mas, ao chegar no local, o homem já estava sem vida e foi encaminhado ao IML.

Publicidade
Publicidade

Segundo informações da polícia local, Olivam era ex-presidiário e teria sido solto em abril de 2015. Ele ficou preso por 2 anos e era acusado de homicídio, ameaça, lesão corporal, violência doméstica, furto e injúria.

Testemunhas no local não souberam informar quem teria efetuado os disparos ou o que motivou o #Crime. Olivam estava desarmado e tudo indica que o crime tenha sido uma execução. Ninguém foi preso até o momento, e o caso está sob investigação da 134ª DP/Centro.

Em outra localidade da baixada campista, por volta das 00h30, na Rua B, do Parque Cidade Luz, em Guarus, G.S. chegava à própria residência, guando foi abordado por um desconhecido. Segundo a Polícia Militar, o homem, que estaria de moto, teria efetuado disparos de arma de fogo contra G.S. e o atingiu na boca.

A vítima foi encaminhada ao Hospital Ferreira Machado (HFM), onde recebeu atendimento.

Publicidade

O caso está registrado na 146ª DP (Guarus). O autor do disparo também não foi identificado.

A criminalidade na cidade teve um aumento significativo. A prefeita do município, Rosinha Garotinho, solicitou em ofício ao Secretário Estadual de Segurança, José Mariano Beltrame, como medida para enfrentar a situação do momento, agendamento de reunião do secretário com autoridades do município para tratar de parcerias, com finalidade de viabilizar medidas capazes de frear o avanço da criminalidade.  #Governo #Casos de polícia