Após decretar estado de calamidade público em razão da crise financeira, o Rio de Janeiro receberá um importante apoio da União já nessa semana. Segundo o portal G1, o governo federal deverá encaminhar cerca de R$ 3 bilhões ao governo fluminense. Desse valor, R$ 500 milhões seriam para a conclusão da Linha 4 do metrô.

No entanto, a secretaria estadual da Fazenda não informa onde especificamente direcionará o valor a ser recebido. Francisco Dornelles, governador interino do estado, comentou a sua decisão em decretar estado de calamidade pública.

“Foi uma demonstração do Rio de Janeiro da sua preocupação com relação às contas públicas e a situação crítica na área financeira.

Publicidade
Publicidade

Estamos mostrando todos os problemas que estamos vivendo na segurança e no campo financeiro mesmo. Apresentamos reivindicações”, falou Dornelles.

Temendo um “efeito cascata”, no sentido de que outros estados endividados possam repetir o que fez o Rio, o Palácio do Planalto organizará uma reunião nessa segunda-feira com todos os governadores. Com a presença do presidente interino Michel Temer, a pauta será as finanças estaduais.

Neste domingo, 19, o prefeito do Rio de Janeiro Eduardo Paes se manifestou sobre o decreto de calamidade do estado e ressaltou a importância da ajuda da União nesse momento. Contudo, Paes fez questão de destacar que a crise “em nada afeta” a realização dos Jogos Olímpicos, que começam no dia 5 de agosto. #Rio2016 #Crise econômica