O prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB), é afeito à polêmicas. Ele concedeu entrevista para um jornal britânico nesta semana que promete causar revolta nos moradores do município sede dos Jogos Olímpicos de 2016. O governante afirmou que as Olimpíadas já podem ser consideradas "uma oportunidade perdida" para o Brasil, pois diante de tanta crise política e econômica, o país está perdendo uma chance de mostrar o seu melhor para o mundo.

O "The Guardian" aproveitou a oportunidade para questionar Eduardo Paes a respeito de como será o legado das Olimpíadas e do investimento massivo em áreas já privilegiadas da cidade como a região da Barra da Tijuca.

Publicidade
Publicidade

O prefeito afirmou que isso é mentira e não deixou de lado outros locais mais pobres. Paes acredita que quem diz isso não conhece o Rio de Janeiro geograficamente.

Segundo ele, está acontecendo uma grande transformação em outros bairros e as pessoas estão sentindo isso. Só que a mudança não fica evidente, pois a imprensa não colabora. "Os Jogos Olímpicos são uma grande inspiração para fazer as coisas", esclareceu o prefeito. "Se você ler os meios de comunicação internacionais, parece que tudo aqui é zika e as pessoas atirando umas nas outras", lembrou o governante.

Mais investimento

Eduardo Paes lembrou que 75% dos investimentos dos Jogos Olímpicos irão para zonas pobres do Rio de Janeiro, localizadas no Norte e Oeste da cidade. "É de lá que recebo meus votos", justificou.

O município abriu 331 novas escolas, além de 90 novas clínicas neste ano.

Publicidade

Ele também destacou as novas vias de circulação que visam melhorar a vida de quem trabalha na Zona Sul e Centro.

O prefeito também lembrou que todas as cidades que foram sede das Olimpíadas passaram por crises e controvérsias na preparação para o evento. Aqui no Brasil, de acordo com Eduardo Paes, é preciso enfrentar crise econômica, falta de segurança, zika, impeachment de Dilma, orçamento ruim, atrasos na entrega das obras e outros mais. "Não estamos nos apresentando bem", ressaltou. 

Eduardo Paes garantiu que o legado das Olimpíadas será o transporte municipal. #Governo #Rio2016 #Crise-de-governo