Com a proximidade das Olimpíadas do Rio de Janeiro, a cidade sede já recebe imprensa de todos os cantos do mundo.

Infelizmente, duas emissoras alemãs - ARD e ZDF - não foram recepcionadas da melhor maneira. Na manhã de sexta-feira (1º), a equipe teve o container com seus equipamentos de filmagem extraviados por bandidos. O caminhão foi interceptado pelo grupo de bandidos na Av. Brasil, na altura do Mercado de São Sebastião - os criminosos obrigaram o motorista a ir para um galpão próximo ao local.

"Os agressores desconhecidos atacaram o caminhão com contêineres no caminho do porto ao Parque Olímpico. O motorista não se machucou.

Publicidade
Publicidade

Até agora não há qualquer vestígio do veículo e da carga. O sistema de GPS foi aparentemente desativado ou destruído", informou a emissora.

Os dois contêineres continham, segundo a emissora, 400.000 euros em equipamentos - o equivalente a 1,4 milhão de reais. Os mesmos foram encontrados pela Polícia Militar em Mauá, região metropolitana do Rio de Janeiro. Os contêineres e os equipamentos estavam intactos.

A polícia não prendeu ninguém.

Onda de violência no Rio

Outra equipe que vai ter o que reclamar sobre a recepção carioca é a australiana. No dia 19 passado, a atleta paraolímpica de vela e basquete, Liesl Tesch, juntamente com sua fisioterapeuta Sarah Ross, tiveram suas bicicletas levadas após um assalto à mão armada.

Uma onda de violência domina a cidade do Rio, além dos ataques à equipes que participarão do evento.

Publicidade

Há poucos dias um corpo esquartejado foi encontrado na praia de Copacabana e uma médica foi brutalmente assassinada durante uma tentativa de assalto na Linha Vermelha. #Crime esse que chocou tanto a imprensa local quanto a internacional.

Esses crimes trazem junto de si insegurança e a dúvida se o estado do Rio está preparado para receber um evento do porte das Olimpíadas.

O Rio de Janeiro, apesar de ser uma cidade repleta de belezas, tem suas vantagens e desvantagens. Os Jogos Olímpicos 2016 podem ser um evento bom para a cidade, mas com essa criminalidade pode mudar a imagem do país aos olhos do mundo inteiro. #Rio2016