Quem passava pela Linha Vermelha, na Baixada Fluminense, neste último sábado (16), ficou em pânico com tantos tiros. Os motoristas ficaram tão apavorados que pararam seus carros, saíram e se deitaram no asfalto, tentando se proteger. Alguns motoristas conseguiram dar marcha a ré e voltaram na mesma pista, entretanto boa parte não teve outra alternativa, a não ser deitar-se na via buscando proteção.

A Linha Vermelha precisou ficar interditada por quase uma hora e só no final da tarde é que a PM liberou a passagem para os motoristas. O tenente-coronel do Batalhão de Policiamento em Vias Expressas insiste em afirmar que não há nenhum registro de confronto armado, mas as imagens, vídeos e testemunhas mostram exatamente o contrário, e isto é preocupante porque estamos a poucos dias dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro.

Publicidade
Publicidade

A população local garante que houve sim troca de tiro e que teria sido entre policiais militares e os traficantes das favelas em Duque de Caxias. Mães desesperadas desciam do carro, com crianças pequenas, e ficavam sentadas no chão em busca de abrigo.

A PM informou que realizou uma operação no local para coibir o crescente número de roubos de cargas e também de carros. Na tentativa de prender os criminosos, um policial acabou sendo atingid. Até um carro da PM foi alvo dos bandidos, na Pavuna, e por isto o PM atirou e conseguiu acertar um dos criminosos, que viria a ser socorrido no Hospital Carlos Chagas.

Publicidade

Este criminoso foi atingido no braço e passa bem, mas um outro não teve a mesma sorte e morreu após ser atingido por um dos disparos.

O tenente-coronel acabou entrando em contradição, pois primeiro disse não ter sido registrado troca de tiros, mas depois a PM informou sobre esta operação.

O tiroteio na Linha Vermelha preocupa as autoridades, principalmente os responsáveis pelas "Olimpíadas no Brasil", pois esta é uma das principais vias para quem chega ao Rio de Janeiro e é muito utilizada também por aqueles que saem do Aeroporto Internacional Tom Jobim, o Galeão, localizado na zona sul da cidade.

#Crime #Violência #Casos de polícia