Viralizou ontem, sexta-feira, dia 15 de julho, cenas de um crime bárbaro que aconteceu no bairro do Estácio, localizado na região central do Rio de Janeiro. Uma criança de apenas sete anos de idade foi filmada implorando aos médicos e policiais por socorro à vida de sua mãe, que foi esfaqueada por bandidos no pescoço. Segundo o jornal O Globo, a vítima se chama Cristiane de Souza Andrade, de 46 anos de idade, que saiu de casa para fazer compras no supermercado próximo de casa e teve um fim trágico. Ela não sobreviveu aos feridos e morreu.

As imagens impressionam pela emoção da menina, que chora bastante e está banhada de sangue.

Publicidade
Publicidade

Ela aparece total descontrole ao ver a mãe se esvair na porta do Hospital Municipal Souza Aguiar, localizado no Centro. O #Crime choca ainda mais, pois aconteceu próximo a diversos prédios públicos, como o Hospital Central da PM, a Policlínica da Polícia Civil, o Centro de Comando e Controle do Governo do Estado e o Centro de Operações Rio, além da própria sede da própria prefeitura, localizada na Cidade Nova.

 

O crime aconteceu por volta das 20h30. Ao voltar do mercado, Cristiane foi abordada por um ladrão, que pediu que ela entregasse dinheiro e o que tivesse de valor com ela. Ao dizer que não tinha nada além das compras, foi alvejada com duas facadas no pescoço junto de sua filha, que assistiu sem poder reagir a toda a brutalidade.morte de Cristiane revoltou os moradores da cidade, que estão indignados com o caso.

Publicidade

Muitos comentaram em páginas de Facebook que estão divulgando o vídeo coisas como: "O homem ao invés de socorrer fica olhando ,se tivesse sido rápido talvez estaria viva", se referindo ao tratamento dado pelo enfermeiro ao levar a maca para a vítima.O filho de Cristiane, o universitário Wallace de Sousa Andrade, de 27 anos, prestou esclarecimentos sobre o crime. O jovem contou que ouvir isso de sua irmã de sete anos de idade foi a pior coisa que poderia ter acontecido.

"Ela sabe que a mãe está machucada, mas a gente não teve como contar ainda do falecimento. Não sabemos como dar a notícia", disse.

Apesar do crime ter deixado a população da cidade apavorada, os Jogos Olímpicos segue confirmado, e começam em apenas três semanas. #Rio2016 #Investigação Criminal