Dois dias antes da cerimônia de abertura da Olimpíada do Rio, uma dupla de criminosos ignorou o fato das ruas estarem tomadas por policiais militares e soldados das forças nacional e armadas, conseguindo sequestrar um ônibus e roubar todos os 40 passageiros.

O caso aconteceu nas proximidades do Aeroporto do Galeão, onde diversos fuzileiros navais fortemente armados cuidam da escolta de turistas, moradores e principalmente, delegações esportivas.

A ação da dupla começou quando eles adentraram o ônibus como se fossem passageiros. Em seguida anunciaram o assalto e obrigaram o motorista da linha 485, que faz o percurso da Olaria até Copacabana, seguir adiante sem parar.

Publicidade
Publicidade

Um dos criminosos ordenou que o motorista do ônibus dirigisse em direção à Linha Vermelha, enquanto o outro foi recolher os pertences dos passageiros.

Os bandidos passaram em frente ao local onde os soldados se encontram sem serem notados ou levantarem qualquer suspeita sobre a ação criminosa. Quando decidiram desembarcar do coletivo, em São Cristóvão, avistaram uma viatura da Polícia Militar do #Rio de Janeiro no acesso. Por conta disso, o motorista foi obrigado a seguir até a Lagoa, onde os dois desembarcaram e foram embora.

O motorista e os passageiros fizeram um boletim de ocorrência na 14ª Delegacia de Polícia do Leblon e não há informações se algum deles foi agredido pelos marginais. Também não há informações oficiais sobre o paradeiro dos criminosos. Órgãos de segurança pública ou da prefeitura não se pronunciaram sobre o crime até o momento do fechamento dessa matéria.

Publicidade

A cidade olímpica está dominada pelo crime

Além do assalto, a delegação da Dinamarca alegou nessa quarta-feira, 3, que teve diversos bens furtados na Vila Olímpica. Segundo as vítimas, foram subtraídos tablets e até lençóis. A Polícia Civil e o Comitê Organizador das #Olimpíadas estão investigando o caso.

Outros casos de furto e assaltos a turistas tem sido registrado desde a semana passada no Rio. Milhares de soldados e policiais fazem a segurança do evento para tentar conter a criminalidade durante o evento esportivo. #sequestro