No início da noite desta terça-feira (9), um ônibus oficial dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro foi atingido quando se deslocava de Deodoro para o Parque Olímpico da Barra da Tijuca, em Curicica, na Zona Leste da capital carioca. Duas pessoas ficaram feridas por conta dos estilhaços. Um jornalista de Belarus sofreu cortes pequenos na mão. Outro, um voluntario, sofreu um corte no braço.

O veículo transportava 12 profissionais de imprensa, sendo oito estrangeiros e quatro brasileiros, que retornavam ao Centro de Mídia (MPC) após encerrada a partida de basquete feminino. Estavam no transporte coletivo também voluntários do Rio-2016 e um policial.

Publicidade
Publicidade

Ao ouvirem o impacto nos vidros, todas pessoas no interior do veículo se jogaram ao chão temendo que fossem disparos de armas de fogo. Policiais que atenderam a ocorrência disseram que o objeto arremessado contra as janelas eram pedras e não balas perdidas. 

A versão é desmentida por algumas pessoas que estavam dentro do ônibus oficial dos Jogos Olímpicos sob o argumento de que trafegavam em alta velocidade, num trajeto longe de residências e as marcas nos vidros tinham um diâmetro muito pequeno para ter sido causados por pedradas. 

A Policia Federal irá iniciar uma investigação para apurar o caso. Órgãos de Segurança acreditam que o ônibus da Olimpíada do RJ tenha sido alvo de pedradas, mas não descartam a possibilidade de balas perdidas. O Comitê Organizador da Rio-2016 divulgou um comunicado oficial informando que o motorista prestará depoimento à polícia e o veículo será submetido a perícia.

Publicidade

Outra providência adotada será a de aumentar a segurança no trajeto onde ocorreu o ataque aos jornalistas.

A questão da Segurança é a maior preocupação de todas as autoridades integradas na realização das #Olimpíadas do Rio de Janeiro. Na semana passada, uma bala perdida atingiu o MPC do Complexo de Deodoro. O projétil poderia ter sido obra de traficantes interessados em eliminar drones e um balão que estavam sendo utilizados para monitorar comunidades próximas ao local.  #Jogos #Rio2016