Um vídeo postado nas redes sociais mostra uma mulher branca fazendo ofensas racistas a uma mulher negra. Um ato explicito de #Racismo. O #Crime ocorreu na Zona Oeste do #Rio de Janeiro, na praia da Barra da Tijuca, na manhã desse domingo (28). A vítima prestou queixa e a mulher foi apreendida em fragrante e autuada por injúria racial.

A criminosa que foi atuada em fragrante foi identificada como Sonia Valéria Rabello Fernandez, de 45 anos. O ocorrido foi registrado na 16ª Delegacia de Polícia, na noite desse domingo (28). Sonia Valéria foi presa e terá que pagar fiança no valor de R$ 2.000. Até ontem, ela permanecia na cadeia.

Publicidade
Publicidade

O delegado encaminhou o caso para a Justiça, e Sonia Valéria foi indiciada por crime de injúria. A pena pode chegar a até dois anos de prisão.

Imagens foram registradas pelo celular da vítima. Contudo ela não aparece, nem se identifica. Tudo indica que quando a vítima chegou no local, Sonia Valéria começou a reclamar com a família, e depois começou a atacar diretamente a vítima. Assim que a gravação começa, Sonia começa a debochar ainda mais da vítima.

Trechos do vídeo mostram Sonia Valéria chamando a mulher de “complexada”. Acrescenta ainda que ela era complexada por ser “mulata”. “Você nasceu mulata, fazer o que”, disse Sonia Valéria. Sonia Valéria claramente aparece nas imagens desmerecendo a vítima por sua “raça”, dizendo que não tinha culpa dela ser “negra”, orientando, de forma debochada, a vítima a nascer branca.

Publicidade

Diz ainda que a vítima não tinha motivo para tomar banho de sol por ser negra. E repetidamente chama a mulher de complexada por ter “cabelo duro”. Sonia Valéria afirma com todas as palavras que aquele local (praia da Barra da Tijuca) não era para ela. Disse para vítima fazer um “penico” para pegar sol na casa dela.  

No vídeo, é possível ouvir Sonia dizendo que não tinha medo de ser filmada. Que podia filmar mesmo. E em tom de ameaça dizia “você sabe quem eu sou?”. Em menos de um dia de publicação o vídeo já tem quase 3 milhões de visualizações no Facebook, e mais de 30 mil compartilhamentos. Internautas repudiam veementemente o racismo cometido pela carioca.

Veja o vídeo: