O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, causou polêmica e foi alvo de muitas criticas no último domingo, dia 28/08/2016. O motivo é um vídeo onde o prefeito aparece na entrega de uma residência a uma moradora e acaba fazendo uma brincadeira um tanto constrangedora com a mesma. 

No vídeo, o prefeito fala que a moradora "vai trepar muito" na residência nova. Na sequência, ele continua a falar e diz: "Vai trazer muitos namorados para cá"; e, ao sair, o mesmo aconselha a moça a fazer muito sexo no local.

Ele acaba tornando a situação ainda mais constrangedora quando grita para os vizinhos da moça a seguinte frase:  “Ela disse que vai fazer muito ‘canguru’ perneta aqui.

Publicidade
Publicidade

Tá liberado. A senha primeiro”.

Na página oficial do prefeito no Facebook, as pessoas classificaram o episodio como uma tremenda falta de respeito por ter desmoralizado uma cidadã humilde. Segundo alguns portais de notícias que entraram em contato com a prefeitura do Rio de Janeiro, o prefeito não irá se pronunciar sobre o polêmico caso.

Apesar da informação de não pronunciamento por parte do prefeito, acreditamos que, em breve, o mesmo faça alguma publicação em suas mídias sociais se retratando com a moradora, pois o mesmo deve ter a intenção de manter sua imagem limpa, ainda mais porque 2016 é ano de eleição.

Além do mais, Eduardo Paes e o candidato à sucessão municipal, Pedro Paulo (PMDB), foram notificados na tarde desta segunda feira 29/08/2016, pela Justiça Eleitoral para que se expliquem sobre o caso. Segundo o juiz Marcelo Rubioli, responsável pela fiscalização das eleições deste ano, já há relatos à Justiça Eleitoral de que o ato de entrega dos apartamentos foi realizado na última semana.

Publicidade

Paes e Pedro Paulo terão 48 horas para responder aos questionamentos da Justiça Eleitoral. 

Se essa data for confirmada, o candidato Pedro Paulo estará infringindo o artigo 77 da Lei Eleitoral que impede a participação em eventos de inauguração de obras públicas a menos de três meses das eleições.

Confira o vídeo abaixo:

#Rio_de_Janeiro #Eleições 2016 #Política